empresario

[dropcap]A[/dropcap] polícia chegou até o cativeiro onde se encontrava o empresário Antônio Marcos Ângelo de 48 anos, sequestrado no ultimo dia 19, na cidade de Ouro Preto do Oeste, após receber denuncias de comerciantes da cidade de Jaru, informando que elementos suspeitos estariam realizando nesta quarta feira (21), generosas compras na praça com um cartão de credito de outra pessoa.

Enquanto os criminosos faziam compras com o cartão da vítima, ela estava sendo mantido aprisionado sob a mira de um revólver dentro de um quarto da hospedaria Duda Hotel, localizada as margens da BR 364, saída para Ouro Preto do Oeste.

De posse das informações e as características dos suspeitos, bem como do veiculo em que estavam utilizando, uma caminhonete Chevrolet S-10 de propriedade da vitima, uma patrulha da Policia Militar comandada pelo policial Ferracini, localizou por volta das 15:00 horas, o veiculo e um suspeito hospedado em um hotel próximo a rodoviária interestadual. O suspeito de nome Fernando Duarte, que possui um mandado de prisão em aberto e é residente na cidade de Ouro Preto do Oeste, não soube informar a Policia a procedência de tantos aparelhos celulares e diversos outros produtos encontrados em seu quarto, confessando posteriormente o sequestro, informando que a vítima estaria sendo mantida em cativeiro em um quarto do Duda Hotel.

Policiais militares e civis, então seguiram até ao referido estabelecimento e encontraram, o empresário trancado em um quarto sendo vigiado pela acusada Anielly do Carmo Souza, 24 anos, que possuía um revólver calibre 32 em mãos. Ela não ofereceu resistência e se entregou a polícia.

Antônio Marcos empresário do ramo de imóveis e estabelecimento de revenda de carnes na capital, relatou ao Jaru Online, que tentou se manter tranquilo durante todo o tempo, mas temia que ao fim da ação, ele seria assassinado, uma vez que mesmo vendado e trancado no banheiro, chegou a ver o rosto do criminosos.

O empresário foi sequestrado às 03 horas da madrugada do ultimo dia 19, no momento em que realizava viajem de retorno a Porto Velho e resolveu pernoitar em um hotel na cidade de Ouro Preto do Oeste.

Estima-se que os criminosos tenham dado de prejuízo a vitima, algo entorno de R$ 40 mil reais, entre saques e compras. A polícia Civil realizou diligencias no intuito de localizar outros envolvidos no sequestro, mas não teve êxito.

Diante das constatações os dois suspeitos foram conduzidos para a Delegacia de Policia Civil onde flaganteados pelo crime de sequestro, estelionato e porte de arma.

Rondoniadinamica