Empresário rondoniense tinha nome, carteira de identidade, título de eleitor e certidão de nascimento falsos

2014-01-20T14:44:15+00:0020 janeiro, 2014|Categories: Policial|Tags: |

Ele foi condenado, entre outros crimes, por mandar ilegalmente quase R$ 1 milhão de dólares para os Estados Unidos. Recentemente, foi denunciado por falsificação de dinheiro.

policia-federal-prende-ex-senador-de-rondonia-mario-calixto-filho-em-brasilia542x304_6318aicitonp16vm7ob0t19261p283ni1ot91qac1Atualmente exilado político na Bolívia, o empresário Mário Calixto Filho, dono do jornal O Estadão do Norte, chegou a circular pelo Brasil com o nome falso de Mário Teixeira da Cruz. Ele tinha carteira de identidade, título de eleitor e certidão de nascimento falsos.

Recentemente, Mário Calixto foi denunciado pelo Ministério Público Federal por envolvimento na falsificação de mais de R$ 3 milhões que seriam utilizados para comprar votos nas eleições de 2010.

O dinheiro foi encontrado pela polícia num sítio pertencente ao empresário em Candeias do Jamari.
Entre outras penas, Calixto foi condenado pela Justiça Federal por enviar ilegalmente quase R$ 1 milhão de dólares para os estados Unidos.

Antes de aparecer na Bolívia portando um salvo-conduto como exilado político, o empresário esteve preso em Porto Velho. Alegando doença, ele foi transferido para o Prontocor, hospital de seu compadre José Augusto, de onde saiu pela porta da frente após saber que seria transferido para um presídio federal.

A última informação sobre o dono do jornal O Estadão é de que ele ainda se encontra foragido na Bolívia e teme deixar o país como medo de ser preso pela Interpol.

Da reportagem do Tudorondonia

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br