Ele chegou a cobrar R$ 800 de um morador de Cacoal pelo serviço. Suspeito foi acusado de estelionato.

Caso foi registrado na Delegacia de Polícia em Cacoal, RO — Foto: Magda Oliveira/G1

Um homem, de idade não informada, foi conduzido à delegacia de Cacoal (RO), na Zona da Mata, suspeito de estelionato após prometer prever o futuro e vender ‘garrafadas’ para evitar que as previsões ruins fossem cumpridas. Ele chegou a cobrar R$ 800 de um morador pelo serviço.

Uma vítima, moradora da linha 10, área rural de Cacoal, procurou a DPC e registrou uma ocorrência contra o suspeito. Segundo ele, o homem esteve na linha, vendendo garrafadas e prevendo o futuro das pessoas.

Em relação a essa vítima, o homem previu o futuro dizendo que ela sofreria um atentado por arma de fogo. Para que a vítima se livrasse do destino, o suspeito cobrou R$ 800, prometendo que o serviço que faria o livraria não apenas do atentado, mas de todo o mal.

No momento, a vítima tinha com ela R$ 700, total que foi repassado para o suspeito. Logo após o pagamento, o suspeito fugiu com o dinheiro e não realizou o trabalho de ‘livramento’. Na delegacia, a vítima disse que além dela, diversos conhecidos moradores da área rural de Cacoal também haviam caído no golpe.

Na tarde de segunda-feira (1º), os policiais militares abordaram uma caminhonete na BR-364, sentido Pimenta Bueno (RO). Durante uma consulta no sistema pelo nome do motorista, os policiais chegaram ao possível estelionatário. Ele foi conduzido a Delegacia de Polícia Civil.

G1 RO