Agentes penitenciários tentaram derrubar o drone com disparos de arma de fogo. Piloto de outro drone, que também sobrevoava unidade, não foi localizado.

Caso aconteceu no sábado (18), na Penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho. — Foto: Hosana Morais/Arquivo/G1

Um jovem de 25 anos foi preso após agentes penitenciários do presídio Estadual Milton Soares de Carvalho, também conhecido como presídio 470, o flagrarem pilotando a aeronave sobre a unidade prisional em Porto Velho. O caso aconteceu na noite de sábado (18). Os agentes penitenciários ainda tentaram derrubar o “drone espião” com tiros, mas não conseguiram.

De acordo com o boletim de ocorrência, os agentes penitenciários de plantão perceberam que dois drones estavam sobrevoando o presídio e fazendo imagens do interior da unidade. Para impedir que os drones continuassem o sobrevoo, os agentes dispararam contra os equipamentos, mas eles se afastaram e não foram atingidos.

Em seguida, os agentes penitenciários acompanharam os drones com uma viatura, em busca dos pilotos e encontraram o jovem no local do pouso, uma chácara na Estrada da Penal.

No local, testemunhas informaram que um outro condutor conseguiu esconder o equipamento antes da chegada dos agentes.

A Polícia Militar (PM) foi chamada e levou o piloto do drone e o aparelho até a Central de Polícia da capital.

G1 – RO