Oracy degolou a esposa e depois cortou o próprio pescoço

DSCN7682O crime aconteceu na tarde do domingo 20 de outubro na residência do casal localizado na rua Itália, próximo à comunidade Santa Terezinha no bairro Embratel em Vilhena.

Oracy Alvarintho, de 43 anos, e Ivonete Ramos da Silva Alvarintho, de 42 anos, estavam casados há anos, não tinham dívidas com ninguém, nem rixas.

Após 19 dias de intensa investigação, a Polícia Civil confirmou que se tratava de um homicídio seguido de suicídio, apesar do laudo pericial ainda sair na semana que vem.

O delegado encarregado pela investigação não tem mais dúvidas. Naquela tarde Oracy degolou a própria esposa que caiu na cozinha da casa. Seguidamente, Oracy pegou o espelho do casal e tentou se cortar três vezes, segundo os cortes encontrados no seu pescoço. Só na quarta vez ele tomou coragem e tirou a própria vida. Ele ainda se debateu até cair na varanda.

O espelho estava manchado de sangue, mas parecia que teria escorrido para cima. Esse foi um dos indícios que comprovaram o suicídio.

As razões de Oracy tomar a fatídica decisão ainda são um mistério.

Por Hernán Lagos