Crime foi registrado na noite de quinta-feira (24) em Chupinguaia.  Vítima foi socorrida com vida à unidade de saúde.

img_5748Maria Aparecida Laurindo, de 36 anos, foi presa por tentativa de homicídio, nesta sexta-feira (25), em Chupinguaia. De acordo com a Polícia Militar, ela teria tentado matar o companheiro Reinaldo Antônio Cantão, conhecido como “Rênio”, de 60 anos, com um tiro de espingarda. O crime foi registrado na noite de quinta-feira (24), na linha 90 do distrito do Corgão. A vítima foi socorrida com vida à unidade de saúde.

No Centro de Saúde, a vítima contou aos policiais que percebeu que a mulher havia feito uso de drogas. Com isso, enfatizou a ela que se quisesse continuar o relacionamento, teria que deixar o vício. Após a conversa, ambos teriam feito as pazes.

Contudo, mais tarde, o homem disse que estava na pia da cozinha distraído, quando foi alvejado por um tiro de espingarda nas costas. A vítima explicou que entrou em luta corporal com a mulher, e que em seguida, pediu socorro aos vizinhos.

Os moradores impediram que a mulher atirasse uma segunda vez contra o homem. Após o crime, a suspeita fugiu e deixou seu filho de 2 anos na casa de uma vizinha, sem dar nenhuma explicação. Nesta sexta, uma denúncia anônima informou a localização da mulher, que foi encontrada no Hotel da Geni em Chupinguaia, ele foi vista se deslocando em uma moto Titan vermelha até o local. Ela foi flagranteada por tentativa de homicídio e levada para a Casa de Detenção de Vilhena, onde deve aguardar julgamento.

O Centro de Saúde informou que o homem foi atendido e transferido para Vilhena, mas ressaltou que o ferimento não apresentava gravidade. O Hospital Regional diz que o paciente já foi liberado.

Da redação do Rondônia em Pauta