imageEla foi solta após lavrar o boletim de ocorrência

Aline Neves Ostapenko, 21 anos, foi flagrada por volta das 14h30 desta sexta-feira (7) ao tentar infiltrar 6 celulares camuflados e envoltos em uma fita isolante dentro de uma Tv LCD de 24 polegadas no presídio de segurança máxima de Vilhena, chamado Centro de Ressocialização do Cone Sul.

Ela foi descoberta durante a revista dos visitantes, a encomenda era para o detento Geovan Pires Machado. Segundo Aline, a Tv foi enviada por Vancleiton Marques da Silva, que tinha uma dívida com alguns detentos no presídio. Geovani seria uma espécie de “Laranja”.

Por Hernán Labajos Lagos