Foram apreendidos três menores, com idades de 13 a 16 anos. Drogas, objetos sem documentação e dinheiro foram apreendidos na ação.

Polícia apreendeu produtos, dinheiro e drogas na ação — Foto: PM/Divulgação

Uma operação realizada pelas Polícia Militar e Civil resultou no fechamento de um ponto de drogas ao lado do mini presídio de Cacoal (RO), na quarta-feira (26). Ao todo, 12 pessoas foram conduzidas à Delegacia de Polícia Civil (DPC) por tráfico. Entre os envolvidos estão três adolescentes, com idades de 13 a 16 anos. Drogas, objetos sem documentação e dinheiro foram apreendidos pelos agentes.

Segundo a PM, a operação fechou dois pontos de comércio de drogas na cidade, sendo um no bairro Village do Sol, comandado por um jovem de 20 anos, e outro ponto localizado no bairro Novo Cacoal, ao lado do mini presídio. Esse ponto era administrado por um idoso de 65 anos.

“Nós chegamos a esses pontos por meio de denúncias e o aumento de incidência de roubos e furtos nessas localidades. Fizemos um levantamento nas áreas e em seguida emitimos ao judiciário um pedido de mandado de busca e apreensão. Após a liberação, cumprimos o mandado”, explicou o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, José Carlos França.

Durante a operação, os cães ajudaram a localizar as drogas escondidas. “No primeiro ponto, próximo ao presídio encontramos uma quantidade de crack e produtos de origem duvidosa, possivelmente de roubos e furtos. Foram flagranteadas seis pessoas que contribuíam para o tráfico, entre elas o responsável pelo comércio, um idoso de 65 anos”, contou França.

Já no outro ponto foram localizados menores envolvidos e isso chamou mais a atenção dos policiais.

“Entre os envolvidos nessa ocorrência, o mais velho tinha 20 anos. Foram seis conduzidos, sendo que o mais velho foi flagranteado e os demais, por serem menores com idades, foram liberados. Esses adolescentes estavam com a guarda de algumas porções de droga, a mando do maior de 20 anos”, explicou o comandante.

Entre os objetos apreendidos estão produtos de salão de beleza, de supermercado, televisores, tabletes, celulares, entre outros.

Participaram da operação cerca de 50 policiais e cães do canil militar. Os policiais orientam as pessoas que foram vítimas de roubo ou furto para procurem a Delegacia de Polícia Civil e recuperem os objetos.

G1 – RO