Eles foram levados à Delegacia de Polícia Civil
image
Os três homens de confiança da Administração Rover foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Vilhena na manhã decisiva deste sábado (15).

Gustavo Valmorbida e os advogados Carlos Pietrobon e Bruno Pietrobon foram encaminhados pela Polícia Federal para serem trancafiados na Casa de Detenção. Informações não oficiais afirmam que as prisão são preventivas, ou seja, não há prazo para os três sair da prisão. Neste tipo de prisão, o Juiz decreta que os investigados sejam presos porque eles poderiam estar atuando para atrapalhar as investigações, como coagindo testemunhas e apagando pistas.

A megaoperação da Polícia Federal percorreu a cidade de Vilhena com as viaturas e o giroflex ligado, deixando toda a população perplexa. Jornalistas seguiam a caravana pelas diferentes artérias da cidade. Rumo à casa dos Pietrobon, à Delegacia de Polícia Federal e Delegacia de Polícia Civil.

Os três assessores de Rover são investigados dentro do âmbito da Operação Stigma deflagrada pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal. Há indícios de desvios de verbas federais dentro da administração pública. O dinheiro ia parar nos cofres de corruptas que se locupletavam nas costas do contribuinte vilhenense.

Da redação do Rondônia em Pauta