PM prende quatro acusados de envolvimento nos roubos em Campo Novo

2014-01-20T09:25:31+00:0020 janeiro, 2014|

E recupera parte do dinheiro roubado, armas, munições, além de um carregador de pistola da Polícia Militar de Rondônia.

Alex Paulo

Alex Paulo

Campo Novo de Rondônia (RO) -Na manhã de segunda-feira, 13/01, um bando fortemente armado invadiu o Quartel da PM em Campo Novo de Rondônia, fazendo três Policias Militares de reféns, sendo que um fora baleado na região do abdômen pelos criminosos. Em seguida,  o bando,  utilizando a viatura policial, e com dois Policiais como reféns, começou  a fazer um verdadeiro arrastão pela cidade, roubando comércios e também a Agência dos Correios.

Armas aprendidas com Jaime, Rafael e Alex Paulo

Armas aprendidas com Jaime, Rafael e Alex Paulo

Durante a fuga pela BR 421, aproximadamente no km 85 os infratores se depararam com varias Guarnições policiais, que seguiam em direção à cidade de Campo Novo para prestar apoio. Os infratores , ao perceber a aproximação das Guarnições,  começaram a efetuar disparos de armas de fogo contra os Policiais Militares, que,  mediante a injusta agressão, reagiram , começando assim um intenso confronto entre Policiais Militares e infratores.

Armas e dinheiro apreendidos com jaime e Rafael

Armas e dinheiro apreendidos com jaime e Rafael

Durante o confronto oito dos dez infratores foram baleados e socorridos até o Hospital de Monte Negro, mas devido aos ferimento,  não resistiram e vieram a óbito. Os outros dois infratores conseguiram fugir,  embreando-se em uma densa região de mata.

Jaime e Rafael

Jaime e Rafael

Após o confronto, vários Policiais Militares do estado de Rondônia, entre eles membros do  NI (Núcleo de Inteligência) de Ariquemes, GOE (Grupo de Operações Especiais) de Ariquemes, Guarnições de Campo Novo, Buritis e até mesmo Policiais Militares do Canil de Ji-Paraná, que contribuíram com cães farejadores, iniciaram uma incessante busca  aos dois infratores que conseguiram fugir.

Josiane de Freitas Castro, irmão de Jaime Nascimento Castro Filho

Josiane de Freitas Castro, irmão de Jaime Nascimento Castro Filho

Na manhã de quarta feira (15/01), os Policiais Militares tiveram informações que dois homens com varias escoriações pelo corpo, trajando roupas sujas e um deles usava um coturno, haviam chegado a um sitio na Linha 06, que fica próximo ao local do confronto, e mediante ameaça de morte exigiram do proprietário do sítio que lhes dessem comida e roupas e,  após se alimentarem e trocarem de roupas, lhe obrigaram a levá-los em seu veículo até as margens da BR 421, aproximadamente sete quilômetros do local do confronto. Segundo o sitiante,  os homens lhe deram o valor de R$ 290,00 (duzentos e noventa reais) em notas de dois reais, pelo transporte. Dinheiro este entregue no Quartel da PM em Campo Novo pelo sitiante.

Com tais informações,  os Policiais Militares intensificaram as buscas pelos infratores, e na manhã de sexta feira (18/01) , o NI do 7º BPM , juntamente com a Guarnição Policial de Campo Novo, conseguiu chegar até a pessoa de Alex Paulo,  vulgo “Índio”, de 39 anos, que , segundo informações,  teria contribuído com a ação do bando no dia 13/01, fornecendo informações da rotina policial, pontos comerciais e também cedendo sua própria residência para abrigar o bando, que chegou na cidade no domingo (12/01). O acusado  “Jaime” foi localizado em sua residência, situada em Campos Novo,  à Rua Castelo Branco nº. 1113, Centro.

Na residência de “Alex” os Policiais Militares encontraram também os dois infratores que haviam participado diretamente nos assaltos no dia 13/01, sendo eles identificados por Jaime Nascimento Castro , Filho vulgo “Nene”,  de 27 anos, Rafael Ribeiro dos Santos,  vulgo “Bodó”,  de 21 anos,  e Josiane de Freitas Castro, 24 anos.

Foram também encontrados na residência R$ 35.280,00 (trinta e cinco mil duzentos e oitenta reais) ; um revólver calibre .38, marca Taurus, oxidado com numeração raspada, carregado com quatro munições intactas e uma deflagrada; quarenta e seis munições calibre .40; dezessete munições .38; uma munição calibre .380; um carregador de pistola calibre .40 com a inscrição PM/RO com número de série SBM 41767 e vários celulares.

Além desses objetos, os infratores informaram onde haviam enterrado outros objetos, sendo: uma Pistola calibre .380, modelo 938 de cor preta/prata marca Taurus número de série kay20882; um carregador de pistola calibre .380 carregado com quatro munições intactas; um revólver calibre .38, marca Taurus, número de série 462130 carregado com quatro munições intactas.

Os dois infratores, “Jaime” e “Rafael”,  informaram que durante o confronto com os Policiais Militares na BR 421, eles conseguiram fugir pela mata, e que eles caminhavam boa parte do tempo durante a noite, porque  teriam  menos chance de serem presos. Confirmaram também que haviam  exigido de um sitiante,  em uma linha desconhecida, para que este lhes dessem comida e roupas limpas e também que os levassem até a beira da BR 421, pois pretendiam voltar para Campo Novo.

Todo o dinheiro encontrado na residência de “Alex” trata-se dos valores subtraído na ação delituosa do bando no dia 13/01, informação confirmada pelos infratores.

Segundo apurado pelos Policiais Militares, “Jaime” era a chave fundamental do bando, pois conhecia toda a região de Campo Novo, bem como as linhas vicinais, ficando o mesmo responsável em traçar a rota de fuga dos criminosos após a prática do crime. Já “Rafael”,  além de outras incumbências no bando,  era o responsável em arrecadar, reunir e carregar todos os objetos e dinheiros subtraídos pelo bando.

Segundo informações da Policia Militar o elo do bando com “Alex Paulo” séria sua esposa, “Josiane”, pois esta é irmã de “Jaime”, sendo este integrante ativo na quadrilha que causou terror aos cidadãos de Campo Novo.

Segundo informações também dos Policiais Militares,  o infrator Alex Paulo encontrava-se foragido da Justiça, tendo contra ele um Mandado de Prisão expedido pela 2ª Vara Criminal de Ariquemes.

PM/RO

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.