Prisão aconteceu na manhã desta quinta-feira (21), em Porto Velho. Suspeito deve responder por crimes de estelionato e furto qualificado mediante fraude.

Polícia Civil cumpriu mandados de busca e prisão preventiva durante a operação.  — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Polícia Civil cumpriu mandados de busca e prisão preventiva durante a operação. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis foram às ruas de Porto Velho e cumpriram mandados de busca e prisão preventiva por meio da Operação Insurance, na manhã desta quinta-feira (21). Segundo a Polícia Civil, as investigações revelaram um forte esquema de golpes praticados por um vendedor de seguros que teve ao menos R$ 100 mil em vantagens. Ele foi preso.

Ainda conforme a apuração policial, o vendedor negociava seguros de veículos com as vítimas. Entretanto, ele pedia que elas efetuassem o pagamento em espécie – dinheiro vivo. Com isso, o suspeito ficava com os valores para si.

A polícia também teria descoberto que, com objetivo das vítimas não descobrirem o esquema, o estelionatário lançava no sistema da seguradora a conta corrente de outra vítima, onde eram feitos os descontos das parcelas. O lance da conta diferente era feito sem qualquer consentimento.

Operação Insurance foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (21), em Porto Velho.  — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Operação Insurance foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (21), em Porto Velho. — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Segundo o delegado da Polícia Civil à frente das investigações, Swami Otto, o suspeito aplicou inúmeros golpes nos últimos quatro anos. Além disso, Swami pontuou que as vítimas não notaram a enganação por terem confiado no investigado.

A Polícia Civil também recolheu elementos que possam servir como prova e que devem auxiliar na identificação de novas vítimas, além da conclusão da investigação. O suspeito deve responder por crimes de estelionato e furto qualificado mediante fraude.

Por G1 RO — Porto Velho