Na madrugada da quarta-feira (10), Policiais Militares da guarnição da Força Tática do 3º BPM conduziram casal que comercializava drogas e usuários, em Vilhena.

Os militares receberam informação que em uma residência localizada no bairro Bela Vista existia um indivíduo com passagem por tráfico de drogas e que dava continuidade ao negócio.

Populares informaram à guarnição de que havia grande movimentação de usuários na residência e que, inclusive, chegavam com objetos e saíam do local sem nada. Em função da denúncia, o patrulhamento foi intensificado nas imediações.

Os militares encontraram Marcos A. S., conhecido como “Marquinhos” em frente à residência dele. O homem é conhecido da guarnição e ao ver os militares comportou-se de forma suspeita, então foi realizada uma abordagem e revista pessoal.

Foram localizados nas vestes dele um invólucro com cerca de 21 gramas de substância aparentando ser de cocaína (crack) e a quantia de R$175 em cédulas de diversos valores. O revistado entrou em contradição ao explicar a origem do produto e ainda disse que existiam mais duas unidades (pedras) dentro da casa dele, permitindo a entrada dos militares.

Em revista, os policiais encontraram duas pedras pesando cerca de 02 gramas de substância aparentando ser pasta base de cocaína, três tesouras, dois rolos de papel alumínio, sacolas plásticas recortadas e uma corrente de cor amarelada. Questionado sobre a procedência da corrente, Marcos entrou em contradições.

Na residência, estava Bruna M., namorada de Marcos, que confirmou que ele vendia drogas e que o entorpecente encontrado nas vestes dele era para dar continuidade às vendas.

Durante a abordagem policial, vários usuários chegaram ao local com intuito de comprar drogas, alguns deles com dinheiro em espécie e o outros com objetos que seriam trocados pelo entorpecente.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos agentes, que foram apresentados na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), junto de todo material apreendido.

Texto e foto: Assessoria do 3º BPM