Tentativa de homícídio teria sido motivada por ciúmes

Na madrugada desta terça-feira, 23, policiais militares foram chamados no Hospital Regional Adamastor Teixeira de Oliveira em Vilhena, onde um homem vítima de arma branca havia dado entrada no pronto socorro.

Funcionários do hospital informaram que a vítima já estava no centro cirúrgico devido a gravidade dos ferimentos que sofrera. A vítima, um homem de 27 anos, chegou de bicicleta sozinho no hospital dizendo que havia sido atacado a facadas por outro indivíduo, sendo que sua namorada havia presenciado o ataque. Os policiais militares iniciaram as buscas e localizaram a testemunha apontada como namorada da vítima.

Na residência da mulher os policiais também encontraram outro indivíduo de 32 anos com vestígios de sangue na roupa. Ao ser indagado sobre o sangue nas vestes, ele confessou ser o autor das facadas e disse ser o atual namorado da testemunha, entregando aos policiais dois canivetes usados na agressão.  A mulher disse à polícia que a vítima é seu ex- namorado e após sairem de uma praça, foram surpreendidos pelo agressor que estava escondido nas proximidades da casa dela e efetuou  o ataque com dois canivetes.

Durante a confusão a mulher conteve o agressor que afirma ser o atual namorado, enquanto  a vítima, ex-namorado dela, fugiu de bicicleta para o hospital. Diante da situação os policiais conduziram o agressor e a testemunha para a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP).

Assessoria