Na tarde da quinta-feira (15), Policiais Militares do 3º BPM conduziram dois homens que estavam com substância entorpecente (cocaína) numa residência, em Vilhena. A princípio a guarnição foi acionada por uma solicitação de furto.

Ocorrência Policial

Uma guarnição foi acionada pela Central de Operações para averiguar uma solicitação de possível furto em andamento, já que no local foi observado que a cerca elétrica estava quebrada e havia movimentações no interior da casa.

Ao chegar à residência indicada, os policiais identificaram dois homens Evair S. com uma pequena porção de substância aparentemente de entorpecente (cocaína) e Eduardo M. V. Ao revistarem o local, os militares encontraram no armário da cozinha outra porção da mesma substância, com aproximadamente 45 gramas.

O agente Evair apresentou-se como proprietário da residência e explicou que o agente Eduardo dividia o apartamento com ele há aproximadamente uma semana e também que tinham sociedade em uma empresa de provedor de internet. Eduardo relatou que Evair estava muito alterado desde o período da manhã e, inclusive, havia quebrado vários objetos da casa.

Em função dos ânimos alterados do proprietário da casa, não foi possível realizar no local a lavratura do Termo Circunstanciado de Ocorrência – por se tratar de infração penal de menor potencial ofensivo.

Diante dos fatos, os policiais deram voz de prisão aos agentes e os conduziram à Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), juntamente com os entorpecentes, três mil e cem Bolívares (moeda Venezuelana), R$2,70; chaves e documentos pessoais dos conduzidos.

Texto e fotos: Assessoria do 3º BPM