Na noite de domingo (15) Policiais Militares do 3º BPM prenderam um homem acusado de agressão e por posse de arma de fogo em Vilhena

Na noite de domingo (15) Policiais Militares do 3º BPM prenderam um homem acusado de agressão e por posse de arma de fogo em Vilhena
Em decorrência de uma denúncia de violência doméstica, uma guarnição da Polícia Militar foi acionada para ir até o setor chacareiro, no bairro São José.
De acordo com informações passadas pela vítima, havia uma festa no local e durante uma briga com o marido, Leandro S. C., a mulher foi agredida por um amigo dele. Na sequência dos fatos a vítima saiu, com os dois filhos, em busca de socorro.
A agredida disse que já sofreu esse tipo de violência do marido outras vezes e que temia pela vida, já que Leandro possuía uma arma de fogo.
No local a guarnição encontrou o acusado, que não demonstrou resistência em mostrar a arma de fogo, sendo uma espingarda calibre 24 e também foram encontrados cinco cartuchos do mesmo calibre e dois recipientes com pólvora e espoleta.
Diante do fato foi dada voz de prisão ao agente, que foi conduzido até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp).
Assessoria do 3º BPM
Wesley Tavares, PPSVA e acadêmico de Jornalismo

Em decorrência de uma denúncia de violência doméstica, uma guarnição da Polícia Militar foi acionada para ir até o setor chacareiro, no bairro São José.

De acordo com informações passadas pela vítima, havia uma festa no local e durante uma briga com o marido, Leandro S. C., a mulher foi agredida por um amigo dele. Na sequência dos fatos a vítima saiu, com os dois filhos, em busca de socorro.

A agredida disse que já sofreu esse tipo de violência do marido outras vezes e que temia pela vida, já que Leandro possuía uma arma de fogo.

No local a guarnição encontrou o acusado, que não demonstrou resistência em mostrar a arma de fogo, sendo uma espingarda calibre 24 e também foram encontrados cinco cartuchos do mesmo calibre e dois recipientes com pólvora e espoleta.

Diante do fato foi dada voz de prisão ao agente, que foi conduzido até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp).

Assessoria do 3º BPM
Wesley Tavares, PPSVA e acadêmico de Jornalismo