Grupo foi preso após denúncia do dono da fazenda. Grupo retirava Itaúbas e depois retirava madeira do local com caminhão.

Quatro homens foram presos suspeitos de furtarem madeiras e invadirem terras em Vilhena (RO), na quarta-feira (13). Segundo a Polícia Militar (PM), o crime ambiental estava sendo cometido em uma fazenda no Distrito de São Lourenço, a 70 quilômetros da área urbana.

No local onde os quatro homens estavam os policiais encontram uma clareira no meio da mata.

Conforme a PM, os suspeitos derrubavam e escondiam madeiras da espécie Itaúba no meio da clareira. Posteriormente, um caminhão ia retirá-las.

Os policiais também apreenderam duas espingardas de calibres 12 e 20, munições, três motocicletas e motosserras.

Segundo a PM, o dono da fazenda informou que os suspeitos tinham invadido a propriedade pra extrair as madeiras ilegalmente. por isso teria acionada a Polícia Militar Ambiental (PMA) para averiguar a situação.

Os suspeitos vão responder por invasão de terra e extração ilegal de madeira.

Por Renato Barros, Jornal de Rondônia