Estudantes têm aulas de reforço e ganham certificado que pode reduzir mensalidade


ESTUDANTES recebem certificados após curso preparatório. Foto: David Vargas

O projeto social “Educação solidária: A caminho da Universidade”, fruto de uma parceria entre a Secretaria de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal do Direito da Criança e Adolescente (CMDCA), proporciona oportunidade para jovens entrarem na universidade e passarem em concursos, oferecendo um curso preparatório totalmente gratuito.

Coordenadores e professores voluntários no projeto, ajudam a dar continuidade à uma iniciativa que funciona na cidade já há mais de 16 anos. Neste período mais de 600 alunos foram beneficiados com aulas individualizadas e material de qualidade para entrar na vida universitária ou no mercado de trabalho.

Na formatura deste ano, realizada recentemente, estiveram presentes a secretária de assistência social, Patrícia da Glória, o pastor Genivaldo Santos, o vereador França Silva, o jornalista Ribamar Araújo e a prefeita-mirim Gabriela Vargas. Dezenas de estudantes receberam o certificado de conclusão.

Através do CMDCA, a Prefeitura repassa todos os anos R$ 50 mil para auxiliar esses alunos com materiais, uniformes e alimentação. As aulas são dadas no período noturno e neste período os participantes estudam disciplinas que caem nos vestibulares, como ciências biológicas, matemática, inglês, espanhol, geografia, português e redação.

Em todo final de curso os alunos recebem certificado, que ao apresentar em instituições de ensino, pode ajudar na redução da mensalidade nas universidades particulares e isenção de taxa de inscrição.

Todos os professores são formados e pós-graduados nas áreas que ensinam, tendo lecionado aulas para alunos que hoje são médicos, jornalistas, advogados, entre outros. O projeto abre portas pra quem não tem condições de pagar uma escola particular e cursinhos preparatórios para vestibulares, dando para a comunidade vilhenense um apoio e incentivo para seguir nos estudos. As aulas começam em fevereiro no ano que vem.

Semcom