Uma das demandas mais importantes foram a UTI Neonatal e o pagamento em dia do convênio com a UTI do HR.

Na tarde de segunda-feira, 29 de abril, o presidente da Câmara de Vilhena, Ronildo Macedo, e o prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês, estiveram reunidos com representantes do governo do estado de Rondônia, outros prefeitos e vereadores do Conesul. 

A principal pauta em questão para Vilhena foi a entrega da UTI Neonatal para o governo estadual administrar. De acordo com o prefeito Eduardo Japonês, o município está sobrecarregado no setor da saúde e não tem condições de manter a unidade. 

O presidente da Câmara também debateu sobre o convênio com a UTI de Vilhena, que precisa sem manter em dia, “É muito complicado para o município manter o Hospital Regional e, com o convênio com o Governo Estadual em atraso, fica ainda mais complicado. Por isso, necessitamos do empenho em mantê-lo em dia, acredito que com essa reunião conseguimos resolver esse problema”, afirmou Ronildo Macedo. 

Assuntos como segurança e infra-estrutura também foram debatidos com o governo, e os vereadores Samir Ali (PSDB), Wilson Tabalida (PV), Adilson de Oliveira (PSDB), Vera da Farmácia (MDB) e Valdete Savaris (PPS) saíram animados da reunião. 

A reunião foi agendada pelo deputado Luizinho Goebel (PV) para que todos os prefeitos e vereadores do Conesul expusessem suas demandas ao governo do estado de forma pontual e obtivessem uma resposta do governo. 

Após conhecer as demandas do Conesul, o governador Marcos Rocha (PSL) deverá realizar uma visita a Vilhena nos próximos dias.

DICOM – Câmara de Vilhena