Apenas sessões ordinárias acompanhadas por parlamentares e servidores estão mantidas. Estado contabiliza 13 casos suspeitos, mas nenhum foi confirmado pelo Ministério da Saúde.

A Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO) decidiu restringir nesta sexta-feira (13) o acesso de pessoas e suspender audiências públicas, homenagens e sessões solenes em razão do aumento dos casos suspeitos de coronavírus e para evitar a disseminação do Covid-19. A restrição é de 30 dias. 

A decisão do presidente da Casa de Leis, Laerte Gomes, também impede que deputados, servidores e agentes públicos entrem no prédio. Com a medida, uma audiência da Comissão Parlamentar de Inquérito da Energisa, que aconteceria na próxima segunda-feira (16), será remarcada. 

Até o momento, 13 casos suspeitos estão sendo investigados em quatro municípios de Rondônia, segundo informado pela Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) nesta sexta. 

A cidade com maior número é Ariquemes (RO), que monitora oito pacientesJi-Paraná e Cacoal têm dois casos cada sendo investigados e Porto Velho tem um caso suspeito em observação

Não há casos confirmados em Rondônia. O mais recente balanço do Ministério da Saúde apresenta apenas dois casos suspeitos e um descartado no estado. 

Ciclo do coronavírus — Foto: Arte/G1

Ciclo do coronavírus — Foto: Arte/G1 

Por G1 RO