Aumento vai de encontro com as severas medidas de austeridade para economizar R$ 6 milhões em 2015 anunciadas no início de janeiro pelo prefeito José Luiz Rover

vilhena7[dropcap]D[/dropcap]uas categorias lotadas na administração municipal da Prefeitura de Vilhena ganharam aumentos significativos nos seus vencimentos desde o dia 1º de janeiro de 2015. A categoria de Advogado Classe C, nível IV, que ganhava R$ 8.620 passa a receber R$ 15.222,00. A dos fiscais passou de R$ 2.055,00 para R$ 4.110,00.

Até o ano passado a tabela de vencimento do grupo ocupacional jurídico da prefeitura era o seguinte:

Cargo Código Quantidade Classe Vencimento Nível
I II III IV
Advogado GOJ-NS-01 13 A 5.040,00 5.292,00 5.557,00 5.834,00
B 6.126,00 6.432,00 6.754,00 7.091,00
C 7.447,00 7.819,00 8.210,00 8.620,00

 

A partir do dia 1º de janeiro de 2015 ficou assim:

Cargo Código Quantidade Classe Vencimento Nível
I II III IV
Advogado GOJ-NS-01 13 A 8.900,00 9.345,00 9.812,00 10.303,00
B 10.818,00 11.359,00 11.927,00 12.523,00
C 13.149,00 13.807,00 14.497,00 15.222,00

 

A categoria dos Fiscais Tributários, Fiscal de I.T.B.I., Fiscal de Obras e Posturas, Fiscal de Vigilância Sanitária e Fiscal de Meio Ambiente também ganharam aumento substanciais, confira:

Tabela de vencimentos de cargos efetivos do Apoio Técnico e Admnistrativo
I II III IV V VI VII VIII IX X
1.575,00 1.622,00 1.671,00 1.721,00 1.773,00 1.826,00 1.881,00 1.937,00 1.995,00 2.055,00

 

A partir do dia 1º de janeiro de 2015 ficou assim:

Tabela de vencimentos de cargos efetivos do Apoio Técnico e Admnistrativo
I II III IV V VI VII VIII IX X
3.150,00 3.245,00 3.342,00 3.442,00 3.545,00 3.652,00 3.761,00 3.874,00 3.990,00 4.110,00

 

Os Projetos de Leis Complementares nº 217 que tratam sobre os aumentos dos salários dos advogados e o nº 215/2014 que aumenta o salário dos fiscais datam do dia 12 de junho de 2014, quando foram aprovados pela Câmara de Vereadores.

Austeridade?

No início de janeiro deste ano Rover anunciou medidas de austeridade para economizar recursos destinados a altas contrapartidas para realizar grandes investimentos. Entre as ações está a extinção de quatro secretarias, a exoneração de comissionados e a redução no horário de atendimento ao público no paço municipal. Além da redução em 20% das Funções Gratificadas, pagas a alguns servidores efetivos, e ainda a exoneração de mais de 100 comissionados. Isso mesmo, os mais afetados são os servidores efetivos.

Outra medida que vai gerar bastante economia, segundo Rover, é a redução no horário de atendimento ao público no paço municipal, que passa a ser de 7 às 11 horas. O prefeito assinou ainda decreto proibindo a realização de horas extras e pagamento de 1\3 de férias em pecúnia, entre outros regulamentos para os servidores.

Da redação do Rondônia em Pauta