Governador Confúcio Moura teria confirmado mudanças no primeiro escalão, mas sem adiantar nomes