Japonês fecha primeiro quadrimestre economizando quase R$ 2 milhões na folha de pagamento