Será? Rover quer que Associação Marcos Donadon siga funcionando

2013-07-27T10:19:16+00:0027 julho, 2013|

Prefeito disse que o repasse está certo. “Se eles falarem, nós contratamos uma equipe”.

DSCN4485[pullquote]Declaração foi feita a jornalistas na apresentação oficial do Habitacional União nesta sexta-feira (26).[/pullquote]

[dropcap]I[/dropcap]ndagado pelo jornalista Mário Quevedo, ex-assessor do deputado estadual Marcos Donadon e da associação que leva seu nome, o prefeito José Luiz Rover foi enfático: “A Associação Donadon? Gostaria que voltasse, o repasse está certo. Se eles falarem para nós ajudar, contratamos uma equipe. Houve una corte de gastos devido à prisão do Marcos Antônio que, com certeza efetuava um repasse extra para sustentar a associação. No tocante ao repasse da prefeitura, estava pendente a prestação de contas pedida pelo Ministério da Saúde”.

Rover também admitiu que precisou realizar novas contratações para suprir a demanda deixada pela paralisação das atividades da associação que chegou a marca de realizar 7279 exames de 974 pessoas em uma semana. O município teve que arcar com os novos pacientes que ficaram órfãos da instituição, isso somado ao fato do governo Confúcio Moura não ter repassado um centavo para a manutenção da Unidade de Tratamento Intensivo-UTI desde o início de 2013. O repasse é de R$340 mil/mês, o que está dando um prejuízo de mais de R$ 2 milhões no orçamento municipal.

Polêmica

Em junho deste ano a Associação Marcos Donadon suspendeu a prestação de serviços de exames clínicos oferecidos gratuitamente à comunidade. Segundo uma nota oficial emitida pela instituição, a suspensão dos serviços se deu em virtude da retenção irregular de repasses do Governo Federal por parte da Prefeitura Municipal de Vilhena no período de três meses, catalogado como apropriação indébita, segundo o comunicado.

Não demorou muito e a Secretaria Municipal de Saúde do munícipio emitiu uma nota de esclarecimento, alegando que a associação não estava fazendo a prestação de contas requerida pelo Ministério da Saúde e para contrariar a versão da associação sobre a falta de repasse de três meses, mostrou com documentos. que tinha efetuado o repasse de R$50 mil no dia 1º de junho, referente ao mês de abril.

Briga política

Não é de hoje que o grupo político de Rover e dos Donadon têm se enfrentado pela perpetuação no poder da prefeitura de Vilhena. Os Donadon foram donos do paço municipal durante 12 anos e Rover, que lhes arrebatou o privilégio. vai completar 8 anos no poder e, se a legislação mudar, quem sabe esse período se prolongue para mais dois anos.

Nos bastidores da política, o grupo do prefeito José Luiz Rover enxerga a Associação Marcos Donadon como uma ameaça e um meio de perpetuar o sobrenome Donadon, assim como de angariar votos nas próximas contendas eleitorais. Não é para menos, pois apesar de estar barrado pelo Ficha Limpa, nas últimas eleições para prefeito, Melki Donadon abocanhou grande parte do eleitorado vilhenense, apesar de estar fora da seara política há muitos anos.

Daí a pergunta usada no título deste artigo. Será?

[tabs]
[tab title=”Rondônia Em Pauta”]Por Hernán Lagos[/tab]
[/tabs]

[print-me]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.