Renda mensal do beneficiário deverá ser inferior ou igual a um salário
O vereador Rogério Golfetto apresentou na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Vilhena realizada nesta terça-feira, 4, a indicação nº 598/2018 que indica ao prefeito a elaboração de Projeto de Lei que dispõe sobre a criação da concessão do passe  livre para  os Portadores de Doenças Crônicas.
As doenças degenerativas são cada vez mais prevalentes na sociedade atual, o que representa uma enorme preocupação para a área da saúde, seja pelas incapacidades provenientes das mesmas, seja pelo grande custo despendido pelo governo e planos de saúde.
Doenças crônicas degenerativas são aquelas que levam a uma gradual lesão tecidual de caráter irreversível e evolutivo, geralmente limitante sobre as funções vitais. Com o aumento da expectativa de vida em todo o mundo, e consequente crescimento da idade média da população, as doenças crônicas degenerativas, mais comuns nos idosos, se tornaram mais frequentes.
“Todos nós sabemos o quanto se torna caro fazer um tratamento de doença, isto inclui a compra de medicamentos, transporte, exames e muitos mais coisas que necessitamos. Com a concessão do passe livre podemos economizar e amenizar um pouco mais o custeio de um portador de doenças crônicas”, apontou Golfetto.
Os custos associados ao tratamento dos doentes são extremamente relevantes pois, a medida que a doença progride, a necessidade de cuidados aumenta significativamente, o que implica gastos financeiros insuportáveis para a maioria das famílias, para além de todo o desgaste físico e emocional.
DICOM – Câmara de Vilhena