A Unidade Covid-19, hospital de Campanha em Guajará-Mirim, entrou em funcionamento na quinta-feira (4) por meio de uma ação conjunta da força-tarefa do Governo de Rondônia e prefeitura.

Hospital de Campanha de Guajará-Mirim possui 17 leitos disponíveis, sendo dois de semi-UTI

Estão disponíveis 15 leitos clínicos e dois semi-UTI, a obra foi executada dentro dos padrões de biossegurança. A estrutura está inserida no complexo hospitalar que contempla também os hospitais Regional Perpétuo Socorro e o Bom Pastor.

‘‘Era um prédio que antes funcionava a maternidade, mas que no ano passado passou por reforma para transformação em Caps. Chegando a pandemia, o município decidiu usar como hospital de campanha. É uma estrutura bem ampla, com característica hospitalar’’, atesta o enfermeiro e coordenador regional da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Jarbas Bandeiras.

‘‘Esse hospital está bem estrutura, pois tem a sala de paramentação e desparamentação, internação masculina e feminina, isolamento para casos suspeitos, para não haver infecção cruzada, e ambientes para repouso das equipes’’, reforça a diretora Executiva do Hospital Regional, Cleymara Lopes da Silva, destacando que a unidade ainda possui capacidade de ampliar o número de leitos, chegando até a 40.

Além de toda estrutura, o hospital de campanha conta com um anexo com três leitos clínicos para pacientes suspeitos de Covid-19  e um de semi-UTI.

A equipe técnica do governo orientou os profissionais de saúde quanto às diretrizes eficazes no enfrentamento à doença. ‘‘A nossa força-tarefa fez orientação multiprofissional, organização do hospital, com a definição das funções de cada setor e departamento, distribuição de categorias em escalas, treinamento no uso de respiradores e capacitação quanto à paramentação e desparamentação dos profissionais’’, afirma o coordenador.Além de ceder profissionais para auxiliar nas orientações, foram repassados para custeio de ações de enfrentamento à pandemia no município R$ 231.681,57, sendo R$ 95.454,42 do fundo estadual para o municipal, e o Estado autorizou o repasse de outros R$ 136.227,15 direto do fundo nacional ao fundo municipal. Outros R$ 550 mil estão disponíveis para o hospital, recurso de emenda parlamentar do deputado estadual Jair Montes, aguardando a apresentação de projeto do município.

Guajará-Mirim está entre os três municípios com maior índice de incidência de casos por habitante. Conforme o último boletim,  o município possui  289 casos confirmados e registra 21 óbitos.

Texto: Vanessa Moura
Fotos: Divulgação Sesau
Secom – Governo de Rondônia