Cerejeiras: deputados contrários ao fechamento de Escola Irma Dulce

2013-11-08T11:58:10+00:0008 novembro, 2013|

07Nov13-Cerejeiras-deputados-contrários-ao-fechamento-de-Escola-Irma-Dulce-Foto-José-Hilde-(4)Os deputados estaduais Hermínio Coelho (PSD), Luizinho Goebel (PV), Maurão de Carvalho (PP) Zequinha Araújo (PMDB), José Eurípedes “Lebrão” Clemente (PTN), e Edvaldo Soares (PMDB) se manifestaram contrários ao fechamento da Escola Estadual Irmã Dulce, como determinou a Secretaria de Estado da Educação. Eles estiveram na manhã desta quinta-feira (07) visitando a escola uma vez que a cidade recebe nesta data a Assembleia Itinerante e foram recebidos pelo conselho da escola, professores, gestores e alunos que pediram para que a escola não seja fechada uma vez que a maioria dos alunos mora nas imediações e a transferência para outras escolas da cidade seria prejudicial aos mesmos. Por determinação do governo a escola será fechada após encerrar o ano letivo.

Luizinho-defende-permanência-de-Irma-Dulce-em-Cerejeiras-como-escola----Ademilde-Correia---ALE-RO-DECOM-(16)A situação da escola acabou gerando uma celeuma. Ao saber que a escola seria fechada a prefeitura requereu que ela fosse cedida para o município, que a repassaria para o Instituto Federal de Rondônia (IFRO) a fim de implantar cursos profissionalizantes e atender cerca de 600 alunos. Nos próximos cinco anos o instituto federal se comprometeria a construir sua sede própria. Outro grupo político, porém, teria procurado o Governo Estadual e proposto abrigar na sede da escola a Coordenadoria Regional de Educação, mas nenhuma das duas destinações interessa aos alunos, pais de alunos e gestores educacionais.

O Presidente da Assembleia Legislativa Hermínio Coelho, disse que caso o governo decida mesmo levar a proposta de fechar a escola adiante ele estaria fazendo a denúncia ao Ministério Público. “Não é possível imaginar que quando todo o esforço é para dar educação para todos e se prega que a educação é a salvação do país se permita que um governo feche uma escola contra a vontade da comunidade escolar”.

O prefeito Airton Gomes (PP) deixou claro que só solicitou a cedência para o IFRO porque já havia uma determinação do governo de fechar a escola, mas ele também é favorável que ela continue com sua função educacional. Radicalizando, o deputado Edvaldo Soares disse que a escola só será fechada se passarem por cima dos deputados. Todos os deputados presentes se manifestaram a favor da escola funcionando próximo dos alunos. O deputado Luizinho Goebel (PV), que havia convidado os parlamentares para conhecer a escola e a problemática vivida pela comunidade escolar disse que o CRE já está instalado em sede do governo e defendeu que a Irmã Dulce continue servindo como Escola, seja para atender um projeto educacional de cursos através do IFRO ou a clientela escolar que já está sendo atendida pela entidade, menos para funcionar um órgão que já está instalado em prédio do governo.

Autor: Vitor Paniagua / DECOM

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br