Cerejeiras: Guarda Mirim e Idaron realizam campanha para recolher embalagens de agrotóxicos

2013-08-16T15:46:17+00:0016 agosto, 2013|

A Guarda Mirim de Cerejeiras e a Polícia Militar juntamente com o Idaron iniciou a Campanha de Recolhimento de Embalagens de Agrotóxicos na cidade de Cerejeiras e na zona rural.

DSC04343[pullquote]O período de recebimento será de 19 e 20 de agosto.[/pullquote]

[dropcap]P[/dropcap]ara estimular a participação e a adesão dos produtores rurais do município à mobilização em prol do meio ambiente, estão sendo distribuídos panfletos na cidade através dos alunos da Guarda Mirim.

Ninguém sabe dizer quantas embalagens de agrotóxicos estão guardadas de forma inadequada, provocando os mais diversos tipos de contaminação, nas propriedades rurais do interior de Cerejeiras. A partir desta semana, no entanto, a comunidade terá a chance de garantir uma destinação correta a esses detritos. A Guarda Mirim do município está desencadeando uma campanha de recolhimento dos galões e vasilhames mantidos nas propriedades rurais.

Para fazerem a entrega, os produtores precisam apenas efetuar a tríplice lavagem dos vasilhames, segundo orientação. O presidente da Guarda Mirim Valmir (Policial Militar), conseguiu um Posto de Coleta, no depósito da Central Agrícola que fica na Av. Integração Nacional nº 2546 em Cerejeiras, cedido por uma agropecuária da cidade. “É obrigação devolver as embalagens depois da aplicação do produto, mas sabemos que muita coisa é enterrada, deixada em galpões ou até mesmo reutilizada. Por isso a importância desse trabalho”, argumenta Valmir.

Coleta é pequena em todo o Município: As culturas que mais utilizam agrotóxicos em Cerejeiras são o arroz, soja, milho e girassol. A maioria dos defensivos, segundo o engenheiro agrônomo do Idaron, é utilizada no controle de doenças e insetos. A quantidade é considerada elevada devido ao tamanho das propriedades. O armazenamento de embalagens usadas preocupa. “Guardadas sem o devido cuidado, ainda contaminadas, podem causar sérios problemas não só ao meio ambiente, mas também à família do agricultor”, alerta Valmir.

O município de Cerejeiras é considerado atrasado na prática de recolher e dar destinação correta às embalagens de agrotóxicos. São os produtores que precisam lavar os vasilhames e entregar onde compraram.

[tabs]
[tab title=”Rondônia Em Pauta”]

AUTOR E FOTOS: WILMER G. BORGES

REDAÇÃO HOJERONDONIA.COM

[/tab]
[/tabs]

[print-me]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.