CHUPINGUAIA -  Assembleia repassa recursos para compra de ônibus que vai garantir transporte de acadêmicos (1)

[dropcap]A[/dropcap] realização de um sonho acalentado por mais de uma centena de acadêmicos do pequeno município de Chupinguaia ficou mais próxima da realidade a partir desta semana, após a entrega de um ônibus à Associação que reúne os estudantes de nível superior, o que garantirá o transporte dos alunos até a cidade de Vilhena, num percurso de 300 quilômetros, sendo 150 de ida mais 150 km de volta. Fruto de um esforço que teve início no ano passado, o ônibus foi entregue na manhã desta quarta-feira (18) à prefeitura, em cerimônia simbólica realizada na Câmara Municipal local, atendendo assim o anseio de estudantes que tinham o plano de uma carreira acadêmica encurtada à conclusão do ensino médio, devido a grande distância e dificuldades de deslocamento.

O veículo foi adquirido por meio de recursos do orçamento da Assembleia Legislativa, após percorrer longo trajeto burocrático para atender as exigências legais. A luta foi iniciada pelos vereadores, que aprovaram um requerimento solicitando um transporte para atender aos estudantes que queriam cursar faculdade. Com o documento em mãos, os vereadores perambularam por diversos gabinetes, porém sempre recebendo respostas desanimadoras. Foi nessa busca que o presidente da Câmara Municipal, Roberto Pereira Pinto, acabou por bater à porta do presidente da Assembleia, deputado Hermínio Coelho.

CHUPINGUAIA -  Assembleia repassa recursos para compra de ônibus que vai garantir transporte de acadêmicos (2)Sensibilizado pelo relato da desesperança reinante entre os alunos, após consultar sua assessoria jurídica, Hermínio sugeriu que os estudantes constituíssem uma associação, de forma que a entidade pudesse representa-los juridicamente. A partir daí as coisas ganharam ritmo. A Assembleia disponibilizou recursos de seu orçamento ao Executivo, resultado dos ajustes para redução de despesas, o que permitiu a celebração de convênio com a prefeitura para a compra do ônibus quee, depois de adquirido, foi cedido  à Associação dos Acadêmicos de Chupinguaia.

Em clima de festa, acadêmicos, os vereadores Valmir Passito, José Pereira “Zezinho”, Lindaura Ferreira, o presidente da Câmara dos Vereadores, Roberto Ferreira; o prefeito Vanderlei Palhari e a presidente da Associação dos Acadêmicos, Dirlei Andrade, receberam o ônibus.

Só a notícia da compra do veículo fez crescer nos estudantes o desejo de prosperar nos estudos. Atualmente são 108 acadêmicos que farão uso do transporte, porém, de acordo com Dirlei Ferreira, mais de 50 alunos que estão concluindo o ensino médio já manifestaram o desejo de prestar vestibular para ingressar no ensino superior.

CHUPINGUAIA -  Assembleia repassa recursos para compra de ônibus que vai garantir transporte de acadêmicos (6)A distância e a consequente dificuldade e custo do transporte são os principais obstáculos que impediam os jovens de prosseguir nos estudos. A própria vereadora Lindaura Ferreira, por exemplo, se viu obrigada a trancar o curso de assistente social, devido as dificuldades que enfrentava para frequentar as aulas, vez que quem se propõe ao desafio de cursar uma faculdade, tem que encarar o sacrifício diário de sair por volta de uma hora da madrugada, isso depois de um dia intenso de trabalho e de viajar 300 km, numa determinação que foi o que tocou o deputado Hermínio Coelho.

Ambulância

Hermínio Coelho anunciou também a entrega de uma ambulância ao município nos próximos dias. A unidade de apoio à saúde faz parte de um pacote de ajuda aos municípios, conseguido graças a economia nos gastos do legislativo estadual. Por meio dessa economia, foram adquiridas 56 ambulâncias, das quais 30 já foram entregues. De todos os municípios do Cone Sul, apenas Chupinguaia e Vilhena não foram atendidas na primeira etapa, mas receberão suas unidades em breve. O deputado Hermínio Coelho, que só tinha ido a Chupinguaia uma vez, deixou a cidade com diversas homenagens. ”Temos que valorizar homens como o deputado Hermínio Coelho, que tem palavra e ação, e não político de palanque, quem aqui só prometer”, defendeu a presidente da associação dos acadêmicos, Dirlei Andrade.

Assessoria