Corumbiara: Idaron atende caso mortalidade de cavalos após consumirem sal mineral impróprio

2013-04-18T14:30:26+00:0018 abril, 2013|

cavalosRecentemente, a Unidade da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) de Corumbiara, atendeu uma notificação de doença nervosa em equinos. Segundo o relato do proprietário, oito animais morreram (sendo 5 éguas no terço final de gestação e 3 éguas no período de lactação). Uma equipe constituída por servidores da Idaron e da Emater (Associação de Assistência Ténica e Extensão Rural) se deslocou até a propriedade e  constatou que alguns animais apresentavam sinais clínicos de fraqueza, falta de coordenação, tremores musculares, dificuldade de respirar, sudorese, hiperemia e andar cambaleante.

O proprietário informou que, no dia anterior ao aparecimento dos sintomas, estes equinos repousaram em um piquete próximo ao curral da propriedade onde havia um cocho com sal mineral próprio para bovinos. Na composição do produto estava presente a salinomicina, antibiótico ionóforo utilizado para estimular ganho de peso em bovinos e ovinos, e que não deve ser oferecido aos equídeos (cavalos, burros, mulas e jumentos), podendo causar graves problemas para eles.

Através das informações fornecidas pelo proprietário, os veterinários chegaram à conclusão de que haviam mudado o sal mineral que era utilizado, confirmando que o produto foi o responsável pela morte dos animais. Tal conclusão foi reforçada pela parada dos sinais clínicos após a retirada dos animais do piquete com o sal mineral contendo salinomicina.

Para evitar a intoxicação acidental, os responsáveis pela propriedade e animais devem ler as recomendações e as restrições do produto. Além disto, é importante sempre procurar um médico veterinário de confiança para ajudar na escolha dos produtos. Equídeos requerem uma quantidade diária e razoável de sal mineral em sua dieta alimentar. A falta do sal mineral ocasiona a deficiência mineral e pode causar perda de apetite e pêlos, pêlos ásperos e opacos e diminuição da capacidade física.

Assim sendo, a Agência Idaron alerta a todos os produtores que utilizem produtos específicos para cada espécie animal e que, na impossibilidade, observem os componentes dos sais minerais que estão comprando: caso a salinomicina, ou qualquer outro antibiótico ionóforo, faça parte da fórmula do sal mineral, não deve ser fornecido aos equinos, já que este produto deve ser exclusivo dos bovinos.

 [tabs]
[tab title=”Rondônia em pauta”]Fonte: Idaron[/tab]
[/tabs]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br