Empresária e donas de casa de Novo Plano arregaçam as mangas e vão para as ruas plantar árvores

2014-01-10T17:40:31+00:0010 janeiro, 2014|

novo-planoDe acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem poucas árvores em volta dos quarteirões, calçadas e canteiros. No entanto algumas ruas e avenidas estão completamente sem árvores. As duas avenidas principais do distrito de Novo Plano, de Chupinguaia, são exemplos dessa realidade.

De acordo com a empresária no ramo madeireiro do distrito, senhora Lauréte Longo, esta foi uma iniciativa de um grupo de mulheres que têm uma visão bem ampla quando se refere ao meio ambiente, além de trazer ótimos resultados para a saúde, também faz muito bem para o embelezamento da cidade.

Laurete lembra que já foi o tempo em que as pessoas só se importavam com o asfalto nas ruas e avenidas. Hoje, de acordo com ela, as pessoas desejam um planejamento autossustentável, onde as ruas possam ter árvores. “Nós fazemos parte da natureza e a árvore está relacionada com a nossa qualidade de vida”, avalia.

Para ela são muitos os pontos negativos apresentados em um meio urbano que não conta com arborização. Desde o aumento da temperatura, a baixa umidade relativa do ar, o aumento da poluição e a falta de sombreamento, menciona ainda que a falta de sombreamento faz muita diferença, principalmente para as pessoas que andam a pé nos horários mais quentes do dia. “Uma rua que só tem concreto, sem árvores, é muito mais quente e o aspecto não é tão bonito”, constata.

Dona Laurete é esposa do vice-prefeito de Chupinguaia Zumiro Sartor e juntamente com as donas de casa saíram as ruas plantando arvores nos canteiros, para elas a obrigação deve ser de cada um dos moradores do Novo Plano e que esta iniciativa não vai parar por aqui, estarão se reunindo várias vezes por mês. “Além do plantio de árvores, nós estaremos prontas para dar a nosso contribuição independente de qual for o problema”, aponta.

“O próximo passo agora é unirmos para fazer uma verdadeira campanha em combate à dengue e ao caramujo africano, pois não conseguimos fazer nada sozinhos, mas com o apoio de nossa população e a parceria do poder público nossa cidade muito em breve será a mais bem arborizada, com 0% de insetos proliferantes, e servira de exemplo para outros municípios. Não vamos ficar só esperando para que os homens possam fazer estes trabalhos, pois também temos um grande potencial e foi por isto que brigamos por direitos de igualdade. Nós mulheres seremos a força que fará a diferença”, finalizou a empresária.

Por Luiz Henrique

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br