Exclusivo! Servidores municipais de educação podem deflagrar paralisação em agosto

2013-07-03T11:27:26+00:0003 julho, 2013|

Os servidores de educação reivindicam a retomada do processo de negociação interrompida e prejudicada em 2012, tendo em vista que não houve interesse da administração em finalizar tais processos antes do período eleitoral e da transição de governo

Margarida Plakitken e a assessoria jurídica do advogado Nilton Schramm

Margarida Plakitken e a assessoria jurídica do advogado Nilton Schramm

 [dropcap]M[/dropcap]ais de 100 servidores reuniram-se na manhã desta quarta-feira (3) na sede do Sindicato dos Servidores Municipais do Cone Sul de Rondônia-Sindsul localizada na Rua Deofé Antônio Geremias no Bairro Jardim América em Vilhena.

Foi decidido que no dia 31 de julho será realizada uma assembleia geral na sede do sindicato às 15h. Se as reivindicações não forem atendidas, haverá uma paralisação de 24 horas na quarta-feira 7 de agosto, informou Margarida Plakitken, presidente do Sindsul

DSCN3899Na reunião foi informado que o Fundeb está irregular desde 2007 porque não houveram eleições em 2009, nem em 2011, a eleição só foi realizada, mediante pressão, em 2013, mas no site do FNDE ainda consta o conselho que se perpetuou no poder durante 6 anos. No ano passado foram repassados R$24 milhões e a secretaria de educação só deu R$200 de gratificação, o que foi considerado pelo sindicato como um ato eleitoreiro, segundo Gislaine Brizola, que faz parte do conselho do Fundeb.

DSCN3900Neste ano a verba do Fundeb poderá ser de R$27 milhões, a prévia foi de R$29 milhões. No primeiro semestre de 2013 já foi recebido R$13 milhões, por tanto os sindicalistas acreditam que há dinheiro para atender as suas reclamações.

Veja quais são as reivindicações:

 1. Negociação coletiva;

2. Reposição e percas salarial de toda a categoria dos servidores públicos municipais;

3. Prestação de contas do FUNDEB;

4. Revisão anual do PCCS;

5. Auxílio transporte integral;

6. Aumento no auxílio alimentação;

7. Auxílio saúde para todos os servidores efetivos;

8. Segurança, melhorias e condições de trabalho adequadas com erradicação e prevenção de doenças para todos os servidores da administração municipal;

9. Concurso público urgente;

10. Gratificação de difícil acesso aos orientadores e supervisores da zona rural;

11. Regularização das gratificações dos professores do 1º a 3º ano/séries;

12. Adicional de insalubridade com laudo técnico para revisão e concessão aos servidores que estão expostos aos agentes químicos, físicos e biológicos;

13. Pagamento integral de horas extras;

14. Capacitação e aperfeiçoamento para garantir a qualidade dos serviços públicos prestados;

15. Pagamento do sexto de férias dos professores.

 [tabs]
[tab title=”Rondônia Em Pauta”]Por Hernán Lagos[/tab]
[/tabs]

[print-me]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br