Empenhados em disseminar as políticas públicas voltadas para a agricultura familiar, as equipes de dois escritórios locais da Emater-RO da região cone sul retomaram a metodologia do programa de rádio para falar das ações e orientar sobre técnicas diversas para o desenvolvimento de suas propriedades rurais. A idéia é incentivar novos escritórios a aderirem à proposta em seus municípios, levando cada vez mais informação e interagindo diretamente com o público rural.

Empenhados em disseminar as políticas públicas voltadas para a agricultura familiar, as equipes de dois escritórios locais da Emater da região Sul de Rondônia retomaram a metodologia do programa de rádio para falar das ações e orientar sobre técnicas diversas para o desenvolvimento de suas propriedades rurais. A ideia é incentivar novos escritórios a aderirem à proposta em seus municípios, levando cada vez mais informação e interagindo diretamente com o público rural.

O programa de rádio é um metodologia da extensão rural que, por muito tempo, foi o meio mais eficaz de comunicação, chegando aos lugares mais longínquos, onde outros meios de extensão não conseguiam chegar. Hoje, com o advento da internet, a radiodifusão nos moldes antigos foram ficando de lado, entretanto, o rádio ainda é um dos meios menos dispendioso tanto para o agricultor como para quem faz os programas de extensão e o mais suscetível para se captar e assimilar informações.

Assim, ao assumir a gerencia do escritório regional da Emater-RO da região Sul, Alessandro Pedralli, está incentivando os gerentes dos escritórios dessa região a revitalizarem a metodologia e retomar os programas de rádio “Emater e o Campo” que já tiveram seu auge na trajetória da autarquia.

Os dois primeiros programas a serem retomadas foram nos municípios de Vilhena e de Cabixi. Os programas são veiculados semanalmente, em Vilhena todas as quartas-feiras, das 7h às 8h, através da emissora rádio FM positiva (87,9), e em Cabixi todas as sextas-feiras, das 12h às 13h, através da rádio comunitária Cultura FM (104,9).

A parceria formada com a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron) tem contribuído muito para que os produtores rurais fiquem atentos ao programa. Em Cabixi, os primeiros 20 minutos são dedicados ao “momento Idaron”, quando técnicos desse órgão repassam aos ouvintes informações sobre seus programas de atuação e suas ações.

Repercussão positiva e incentivo para os técnicos que fazem o programa e trabalham no campo.

Nos 40 minutos seguintes, técnicos da Emater-RO se revezam para repassar as ações realizadas pela autarquia levando as políticas de governo para o desenvolvimento da agricultura no estado. Para isso contam com apoio de organismos parceiros como Sedam, Seagri e Ceplac entre outros, com orientações, entrevistas e informes técnicos. “Estamos sempre levando alguém para ser entrevistado e repassando ações técnicas com temas específicos, como as linhas de crédito rural, cultivos, tratos culturas”, explica Eliandro Marcio Perini, gerente da Emater local de Cabixi.

Márcio diz ainda que a receptividade do programa tem sido muito boa entre os produtores rurais, citando Dona Nair de Fátima Basílio, da Linha 11, Km 6,5, Rumo Escondido, do município de Cabixi. “Ouvinte assídua, ela sempre liga para conversar com a gente”, diz.

Para Pedralli, a repercussão que os programas de rádio vêm obtendo junto ao público da Emater-RO é muito positiva e vem servindo de incentivo para os técnicos que fazem o programa e trabalham no campo. “É um trabalho que valoriza e que motiva muito a nossa equipe, por isso estamos empenhados em fazer com que mais escritórios iniciem com programas de rádio em seus municípios, levando as políticas públicas e ações voltadas para o desenvolvimento da agricultura e dos produtores rurais familiares de nossa região”.

Fonte
Texto: Wania Ressutti
Fotos: Emater-RO
Secom – Governo de Rondônia