Vereadores de Corumbiara reivindicam posto de atendimento da Defensoria Pública

2013-04-17T17:34:40+00:0017 abril, 2013|

Vereadores-Corumbiara-dpg-CãndidoDois representantes do Legislativo de Corumbiara, vereadores Wilmar José Cardoso e Valdinei da Costa Espíndola, estiveram reunidos nesta quarta-feira (17) com o defensor público-geral do Estado, José Francisco Cândido, para solicitarem a instalação de um posto de atendimento naquele Município. Após ouvir os argumentos dos vereadores, o DPG ficou de analisar a questão.

De acordo com os vereadores, o posto de atendimento em Corumbiara se faz necessário devido à dificuldade dos moradores em se deslocarem até a cidade de Cerejeiras, distante 35 quilômetros, para serem atendidos no Núcleo da DPE existente nessa cidade. Wilmar Cardoso ressaltou que o valor da passagem de ônibus entre os dois municípios, R$ 20,00 (ida e volta), é outro complicador na vida dos moradores.

Valdinei Espíndola afirmou que muitas vezes o assistido vai à cidade de Cerejeiras e não consegue resolver o problema porque não levou todos os documentos necessários e,  devido ao  custo da passagem, só  consegue retornar no mês seguinte.

Corumbiara tem uma média de 11 mil habitantes. Deste montante, segundo os vereadores, cerca de 30% utilizam os serviços jurídicos da Defensoria Pública.  São seis assentamentos rurais, abrigando 600 famílias. Três desses assentamentos são ocupados por famílias oriundas do “Massacre de Corumbiara”, ocorrido em 1995.

[tabs]
[tab title=”Rondônia em pauta”]Assessoria[/tab]
[/tabs]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.