Agente morava em Vilhena e teve AVC após participar de corrida em Cuiabá (MT).

Juraci Duarte, agente de Rondônia, morre aos 40 anos — Foto: Facebook/Reprodução

Juraci Duarte, agente de Rondônia, morre aos 40 anos — Foto: Facebook/Reprodução

O agente penitenciário Juraci Duarte, conhecido em Rondônia por desenvolver projetos de ressocialização em presídios, morreu nesta terça-feira (21) aos 40 anos.

O servidor da Secretaria de Estado e Justiça de Rondônia (Sejus) estava internado em Cuiabá (MT) desde o começo da semana, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Duarte e esposa na Corrida dos Reis, última competição da qual participou

Duarte morava em Vilhena (RO) e tinha viajado a Mato Grosso (MT) para participar de uma competição esportiva. Durante a corrida ele passou mal e precisou ser internado às pressas. No dia 17 de janeiro, a equipe médica constatou que Duarte teve morte cerebral.

A família confirmou a morte do agente penitenciário na noite desta terça-feira (21).

O corpo do agente penitenciário será sepultado em Vilhena e velado na Igreja Assembleia de Deus, próximo ao Hospital Regional.

Trajetória

Nascido em novembro de 1979, no Cone Sul de Rondônia, Duarte ingressou em 2005 na Sejus como agente penitenciário e chegou a ser diretor geral do Grupo de Intervenção Tática, em Porto Velho.

Na capital ele ainda foi diretor geral da penitenciária estadual Edvan Mariano Rozendo, conhecida como “Panda”, e diretor geral do Centro de Ressocialização Vale do Guaporé.

Juraci Duarte executou projetos de ressocialização para presos — Foto: Jônatas Boni/Arquivo/G1

Juraci Duarte executou projetos de ressocialização para presos — Foto: Jônatas Boni/Arquivo/G1

Já no sul do estado ele ocupou a direção geral do Centro de Ressocialização do Cone Sul. No presídio de Vilhena ele implantou vários projetos de ressocialização, como a confecção de bolas e redes de futebol para escolas públicas. Ele ficou no cargo até 2014.

Apaixonado por esportes, Duarte decidiu fazer graduação em Educação Física e se formou na área em 2009.

Juraci Duarte também era engajado na política. Em 2010 se candidatou a deputado estadual, mas não venceu o pleito. Ele tornou a disputar a eleição em 2018. Duarte deixa três filhos e a esposa.

Com informações do G1 RO