Suspeito foi preso dias depois e admitiu a autoria do crime. Vítima, de 18 anos, ficou com sequelas graves.

A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira, 30, a conclusão do inquérito sobre um jovem agredido com um golpe de facão, em Vilhena (RO), na região do Cone Sul. O crime foi registrado no mês passado, no bairro Cristo Rei. O suspeito foi preso semanas depois e admitiu a autoria do crime. A vítima, de 18 anos, ficou com sequelas graves.

Segundo as investigações, o suspeito, também de 18 anos, era amigo de infância da vítima. Eles eram usuários de drogas e, no dia do crime, ingeriram bebidas alcoólicas. Em determinado momento, houve uma discussão banal e o suspeito desferiu um golpe de facão na cabeça do rapaz.

A vítima foi levada para o Hospital de Urgência e Emergência Regional (Heuro) de Cacoal, em estado grave. Após as investigações, a Polícia Civil pediu prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pelo Judiciário. Ele foi preso no dia 15 de abril.

Na delegacia, o suspeito admitiu que ambos havia ingerido bebidas alcoólicas. Contudo, alegou que desferiu o golpe de facão no amigo, porque ele quis atacá-lo com uma faca.

“A vítima teve afundamento de crânio e ficou com lesões gravíssimas. Ele não teve como prestar testemunho, pois não fala. Ele já saiu do hospital, mas ficou com dependência absoluta de cuidados”, ressalta o delegado Núbio Lopes de Oliveira.

A Polícia Civil indiciou o suspeito por tentativa de homicídio, com duas qualificadoras; motivo fútil e recurso que tornou impossível a defesa da vítima.

O inquérito foi concluído e encaminhado para o Ministério Público na semana passada. O órgão ministerial já ofereceu denúncia ao Judiciário, que ainda não emitiu resposta sobre a acusação.

O suspeito continua preso na Casa de Detenção. O G1 ainda não localizou a defesa do rapaz.

G1 – RO