Desembargador federal cassa liminar e garante à Energisa o direito de cobrar aumento abusivo na conta de energia em Rondônia

A decisão foi proferida pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), o desembargador Carlos Moreira Alves

Durou pouco a alegria do rondoniense. A população comemorou quando o Juízo Federal da 1ª Vara da Seção Judiciária do Estado de Rondônia impediu, liminarmente, que a Energisa, empresa privada que arrematou a Ceron em leilão, aumentasse a conta de energia de forma abusiva.

Carlos Moreira apresentou explicações para se sobrepor à decisão inicial indicando que a concessão de uma liminar no estágio inicial da ação coletiva, impedindo o alinhamento de preços autorizado pelo poder público à concessionária do serviço de fornecimento de energia elétrica, “impõe grave lesão à ordem pública, sob viés da ordem administrativa, com potencial risco de grave dano à coletividade,  em decorrência mesmo de possível comprometimento da própria prestação do serviço público ao longo da relação contratual”.

Entretanto, o desembargador deixou claro que, se ao longo do processo for demonstrada a ilegalidade no ato do poder público em autorizar o reajuste da tarifa, “compensação de eventuais danos ao consumidor poderá ser feita futuramente, por formas que se mostrem adequadas para tanto”.

Desembargador federal cassa liminar e garante à Energisa o direito de cobrar aumento abusivo na conta de energia em Rondônia de Rondoniadinamica Jornal Eletrônico

Autor / Fonte: Rondoniadinamica