A Superintendência Estadual de Turismo de Rondônia (Setur) participa da 44ª Abav Expo Internacional, em São Paulo. Nas primeiras horas de evento, passaram pelo estande rondoniense centenas de visitantes, entre eles o ministro do Turismo, Alberto Alves e jornalistas especializados em cobertura temática.

Ministro Alberto Alves com o superintendente de Turismo de Rondônia, Júlio Olivar

Ministro Alberto Alves com o superintendente de Turismo de Rondônia, Júlio Olivar

A abertura da maior feira de turismo do Brasil aconteceu na manhã desta quarta-feira (28) no Centro de Convenções Expo Center Norte, em São Paulo, reunindo, em 24 mil metros quadrados, 23,7 mil profissionais cadastrados. O público esperado é de 100 mil pessoas em três dias.

O estande de Rondônia divulga as sugestões e destinos presentes no Mapa de Turismo Regional, destacando as opções que Rondônia oferece nas áreas da cultura, natureza/aventura, bem-estar, gastronomia e pesca esportiva. Também são oferecidos aos visitantes o prato oficial da capital, o Pirarucu Rondon Porto Velho, e dança folclórica de boi-bumbá.

Trata-se da maior feira do setor nas Américas, ocasião em que é possível promover o congraçamento setorial e, também, proporcionar a realização de negócios, indicação de tendências para 2017 e alcançar ampla repercussão na mídia.

O superintendente estadual de Turismo, Júlio Olivar, explicou que o estande da Setur reforça a divulgação de Rondônia, tendo em vista a busca pela ampliação do número de turistas durante todo o ano no estado. “Rondônia tem muito a oferecer aos visitantes, opções não faltam, desde parques naturais e se enquadram entre os maiores interesses mundiais”, disse.

Olivar destacou que o momento é propício para discutir ideias e propostas para que o setor reaja como um todo. Em sua opinião, o turismo passa por um momento de superação, mas, acima de tudo, de união de todos para encontrar o caminho para uma maior valorização e a feira é local de oportunidade para isto.

De acordo com o presidente da Abav, Edmar Bull, o turismo se encontra em ascensão. “O Brasil é o País mais lembrado no mundo em matéria de potencial turístico, e cresceu acima dos outros segmentos”. Ele ressaltou, ainda, que a partir de abril de 2017 o Cadastur (Sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor do turismo), irá ampliar os serviços cadastrando não apenas as empresas, mas também os funcionários que atuam nas agências, hotéis e restaurantes, de todo o País. Rondônia também atuará neste sentido, como uma das ferramentos de se mensurar a economia representativa de setor.

Segundo a presidente da Braztoa, Magda Nasser, o turismo é responsável por 3,3% do PIB brasileiro e emprega atualmente uma a cada 11 pessoas em todo o país. O presidente do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo (Fornatur), Nilo Sérgio Felix, destacou que o Brasil vive hoje um momento ímpar para o turismo e a realização das olimpíadas e paraolimpíadas contribuiu para o desenvolvimento do setor. Ele destacou, ainda, a necessidade de alguns avanços como a liberação do visto para os Estados Unidos e a legalização de Cassinos, como partes indutoras para a economia do País.

Segundo Júlio Olivar, há 40 anos a agricultura se destacava como único potencial econômico do País e ninguém a imaginava como competitiva no mundo. “Hoje, o turismo já se equipara a este antigo potencial da agricultura, como mostram vários estudos”, afirmou.

O ministro do Turismo, Alberto Alves, participou da abertura da feira e enfatizou a importância da integração do Ministério do Turismo para o fortalecimento do setor nas diversas regiões turísticas do Brasil. Ele foi o porta-voz do presidente Michel Temer que fez questão de parabenizar a realização da feira e destacar que o Brasil está no ranking dos principais países capazes de realizar grandes eventos e bem receber os turistas nacionais e internacionais.


Fonte
Texto: Taciana Guzman
Fotos: Divulgação/Setur
Secom – Governo de Rondônia