Auxílio é para estudantes em situação de vulnerabilidade social, matriculados nas escolas dos 52 municípios da cidade. Valor é de R$ 75.

Governo começa a entregar Cartão Alimentação Escolar durante a pandemia em Rondônia. — Foto: Divulgação/Governo de Rondônia

Famíliares de estudantes da rede pública estadual de Rondônia, que estão sem aula e sem merenda por causa da suspensão das atividade devido à pandemia do novo coronavírus, começaram a receber os Cartões de Alimentação Escolar. O valor é de R$ 75. A medida foi anunciada pelo governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha, na última terça-feira (26).

De acordo com a Secretaria Estadual da Educação (Seduc), a medida é para 48.775 estudantes que estão matriculados nas escolas estaduais do estado. O governo informou que cada escola ficará responsável por entrar em contato com pais e responsáveis beneficiados, além de repassar todas as explicações necessárias.

Conforme Marcos Rocha, serão inicialmente duas parcelas mensais de R$ 75 equivalentes a maio e junho, podendo ser prorrogada caso a pandemia prossiga.

Ainda conforme o governo, o Cartão Alimentação Escolar não poderá ser usado para compra de produtos de higiene pessoal, materiais de limpeza, bebidas alcoólicas e quaisquer outras destinações que não se enquadrem nas despesas alimentícias.

O valor orçamentário estimado para custear a merenda escolar é de pouco mais de R$ 7 milhões, calculados com base nos meses de suspensão das aulas presenciais, durante o período da pandemia. O recurso é do Estado.

Estudantes indígenas

De acordo com o governo, estudantes indígenas receberão kits alimentação, conforme orientações da Fundação Nacional do Índio (Funai) e da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

Segundo a Seduc, os kits estão sendo adquiridos em ata de registro de preço feita pelo governo através da Supel. Cerca de 3.681 alunos das comunidades indígenas receberão os kits, seguindo todos os cuidados de prevenção à Covid-19.

POR: G1-RO