Com o objetivo de estabelecer parcerias com o Governo do Estado e assim buscar soluções conjuntas para estimular a economia rondoniense, o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, empresário Raniery Araújo Coelho, esteve reunido com o governador Confúcio Ayres Moura (PMDB) na última terça-feira (17/03).

[pullquote]Na ocasião foram apresentadas ações de estudos técnicos que visam promover o turismo local e o intercâmbio comercial através da “Estrada do Pacífico” e do alfandegamento do Aeroporto Jorge Teixeira de Oliveira.[/pullquote]

[dropcap]S[/dropcap]egundo deixou bem claro o governador do Estado, a iniciativa da Federação do Comércio é elogiável porque sugere soluções e parcerias, e não cumpre simplesmente um ritual de cobranças. “Temos que ter ações planejadas como as que ocorrem no Acre, onde os poderes públicos são bem relacionados e integrados com a iniciativa privada”, afirmou Confúcio Moura, colocando-se a disposição para atender as demandas do setor empresarial rondoniense.

Participaram do encontro o secretário de Agricultura, Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária, Evandro César Padovani, o secretário de Finanças Wagner Garcia de Freitas, o assessor especial do governador Basílio Leandro de Oliveira e os adjuntos Mary Braganhol (Seagri) e Franco Maegaki Ono (Sefin).

Confúcio Moura acena positivamente à iniciativa da criação do “Conselho Empresarial de Turismo”

Confúcio Moura acena positivamente à iniciativa da criação do “Conselho Empresarial de Turismo”

INTERCÂMBIO COMERCIAL

No encontro o presidente da Fecomércio/RO apresentou a necessidade de se agilizar questões cruciais para o desenvolvimento do Estado. Tendo em mãos um estudo técnico de diagnósticos elaborado por técnicos da Federação, Raniery Coelho citou primeiramente as ações no sentido de se viabilizar de forma plena a “saída para o pacífico”, hoje uma realidade, mas usada de forma ainda muito tímida pelos empresários.

“Isso se deve pela falta de informações e também por alguns problemas de ordem alfandegária entre os dois países e que devem ser solucionados para que possamos utilizar mais intensamente essa rota para o escoamento tanto da nossa produção agrícola quanto a de outros estados, como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Amazonas, que têm interesse nessa via”, destacou o presidente da Fecomércio, sugerindo ao governador que interceda para que possa ser criado um grupo misto (público-privado) para acompanhar, identificar e solucionar esses entraves.

ALFANDEGAMENTO

Dentro ainda da pauta “intercâmbio comercial”, foi observada também a importância de se estimular a ampliação da rede aeroviária do Estado. Nesse sentido foi citada a necessidade de criação da área de alfândega no Aeroporto Jorge Teixeira de Oliveira, que embora já utilize o termo “internacional”, na prática não pode receber vôos de outros países pela ausência desse departamento.

Na ocasião Raniery Coelho explicou que a Fecomércio já manteve prévio contato com a Superintendência da Infraero no sentido de se iniciar uma solução ao impasse. “A integração regional e a fomentação econômica e turística com os países fronteiriços não serão possíveis se não houver uma rede de transporte aérea a contento”, enfatizou.

CONSELHO EMPRESARIAL DE TURISMO

Durante a reunião com o governador Confúcio Moura, a gerente-Executiva da Fecomércio/RO, Cileide Vitorino, apresentou o projeto de criação do “Conselho Empresarial de Turismo”, que visa promover através de ações dirigidas e sincronizadas o segmento no Estado. Conforme ela, a idéia é reunir num único conselho membros representantes de áreas ligadas ao turismo, como agências de viagens, hotelaria, a Superintendência Estadual de Turismo, representantes dos municípios e outras entidades de classe.

Cileide explicou que hoje a Confederação Nacional do Comércio (CNC) já dispõe de um Conselho de Turismo e, portanto, a criação no Estado desta estrutura será chancelada pela CNC, o que dará um respaldo amplo às ações a serem desenvolvidas em Rondônia.

O governador considerou a iniciativa da Fecomércio/RO de grande valia para o desenvolvimento do Estado, delegando prontamente o superintendente de Turismo Júlio Olivar e o assessor especial Basílio Leandro de Oliveira o acompanhamento desse projeto.

O projeto piloto será desenvolvido inicialmente na região de Ouro Preto, com a capacitação de mão-de-obra, realização de oficinas e seminários.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Fecomércio/RO