Levantamento semanal mostra evolução do preço médio do gás no estado. Botijão mais caro está em Mato Grosso.

Botijão custa R$ 82,28, em média, no estado de Rondônia — Foto: Ronaldo Gomes/EPTV
Botijão custa R$ 82,28, em média, no estado de Rondônia — Foto: Ronaldo Gomes/EPTV

O botijão de gás (13 kg) ficou 3,64% mais caro em Rondônia durante as dez últimas semanas, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Em 30 de novembro, o gás de cozinha custava R$ 79,38, em média. Já na último sábado, 1° de fevereiro, a botija passou a custar R$ 82,28 e fez Rondônia se tornar um dos cinco estados com o gás mais caro do país.

O maior aumento semanal de preço no estado rondoniense foi entre 11 e 18 de de janeiro, quando o valor médio da botija saltou de R$ 80,96 para R$ 82,08 (um aumento de 1,38%).

Veja o preço do gás de cozinha em Rondônia

DataPreço médio
30 de novembro de 2019R$ 79,32
7 de dezembro de 2019R$ 79,82
14 de dezembro de 2019R$ 80,53
21 de dezembro de 2019R$ 80,33
28 de dezembro de 2019R$ 80,50
4 de janeiro de 2020R$ 80,53
11 de janeiro de 2020R$ 80,96
18 de janeiro de 2020R$ 82,08
25 de janeiro de 2020R$ 81,95
1° de fevereiro de 2020R$ 82,28

Fonte: ANP

Os preços constituem uma média caculada pela ANP a partir de dados coletados em estabelecimentos comerciais de Rondônia. Foram pesquisados mais de 500 estabelecimentos desde novembro. Os valores, portanto, variam de acordo com o município.

Top 5 do Brasil

Os dados da ANP revelam que Rondônia tem, atualmente, está em 5° lugar com o gás mais caro do Brasil. O primeiro lugar é ocupado pelo Mato Grosso, onde a botija custa R$ 95,88, em média. Já o Rio de Janeiro tem o gás mais barato, custando R$ 63,33.

Veja o top 5 do preço do gás:

  1. Mato Grosso: R$ 95,88
  2. Roraima: R$ 85,25
  3. Acre: R$ 84,23
  4. Tocantins: R$ 82,99
  5. Rondônia: R$ 82,28

Por Jônatas Boni, G1 RO