Governo Estadual é acusado de aplicar calote, mentir e de cometer crime de tortura aos trabalhadores de Rio Pardo