Família informou que André Magualhães Pacheco testou positivo e chegou a ficar internado em Ouro Preto do Oeste. Doutor trabalhava na linha de frente em Nova União.

O medico André Magualhães Pacheco morreu em Rondônia de coronavírus.  — Foto: Arquivo pessoal
O medico André Magualhães Pacheco morreu em Rondônia de coronavírus. — Foto: Arquivo pessoal

Um médico que atuava no combate à pandemia do novo coronavírus em Nova União (RO) morreu na tarde desta terça-feira (30) vítima da doença em Cacoal (RO). A informação sobre a morte de André Magualhães Pacheco foi confirmada pela família e pelo secretário municipal de Saúde de Ouro Preto do Oeste, Cristiano Ramos Pereira, cidade onde o doutor diagnosticou positivo ao vírus Sars-Cov-2.

“Passando aqui para informar a morte do nosso colega, André Pacheco. Faleceu às 14h em Cacoal vítima da Covid-19. Ele havia ficado internado três dias aqui em Ouro Preto, começou a se agravar, foi encaminhado para Cacoal, ontem foi entubado e hoje às 14h veio a óbito”, disse Pereira em vídeo.

De acordo com uma irmã do médico, André era hipertenso e tinha diabetes. O óbito também foi confirmado pelo Conselho Regional de Medicina de Rondônia (Cremero) através de nota.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) informou que o caso ainda não foi notificado.

Segundo a irmã de André, o doutor foi internado no dia 22 de junho em Ouro Preto do Oeste, dia em que fez o exame para detecção do novo coronavírus e recebeu resultado positivo. Porém, na mesma semana, ele precisou ser transferido para Cacoal por agravo no estado clínico.

De acordo com o secretário Cristiano Ramos Pereira, André não chegou a atender em Ouro Preto nesse meio tempo. “Ele havia se desligado do nosso município no começo do mês de junho. Como ele tinha um vínculo afetivo com o nosso hospital, resolveu vim consultar, fez o teste e deu positivo. Em nome de toda a nossa equipe, ficam os nossos sentimentos à família. Não é uma gripe qualquer”, reiterou.

Em comunicado, o Cremero informou que André Pacheco “atuava na linha de frente no combate ao novo coronavírus no município de Nova União” e também lamentou a morte do médico.

O corpo do médico será sepultado em Cacoal, segundo a família. André Pacheco deixa esposa.

O estado de Rondônia chegou aos 20.406 casos confirmados do novo coronavírus e 499 mortes na segunda-feira (29), segundo dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). Porto Velho é a cidade com maior número de infectados: são 12.795 confirmações da doença apenas na capital. Depois vem Ariquemes (1.236), Guajará-Mirim (1.201) e São Miguel do Guaporé (713).

Por G1 RO, Rede Amazônica