3006949IMG-mediaSustentávelCom objetivo de racionalizar o uso dos recursos públicos, por meio da sustentabilidade financeira e ambiental, o Ministério Público do Estado de Rondônia lançou nesta terça-feira, 22 de março, o Projeto MP Sustentável.
Por meio da Resolução nº 005/2016-PGJ foram definidas as práticas sustentáveis para a otimização e racionalização dos recursos da Instituição, no que se refere ao consumo de energia elétrica, água, utilização de papel e impressão de documentos, materiais de expedientes, materiais de consumo em geral e outras iniciativas que caracterizem como boas práticas para o alcance da sustentabilidade ambiental e financeira.

Entre as medidas estabelecidas estão o mapeamento em todas as unidades do MP/RO visando à redistribuição de impressoras com a funcionalidade de impressão frente e verso, a fim de assegurar a existência de uma em cada ambiente para compartilhamento; redução de consumo de papel com impressão apenas do necessário; adotar o desligamento automático de computadores e impressoras após as 20 horas; identificar e eliminar vazamentos de água em todas as unidades do órgão; averiguar distorções no consumo de energia elétrica; desligar elevadores em horários de menor movimento; implementação da coleta seletiva sustentável de resíduos sólidos, nos termos da legislação ambiental pertinente, entre outras.

Caberá a Secretaria-Geral coordenar a implementação e supervisão da execução das práticas estabelecidas na resolução, com apoio das Unidades responsáveis a exemplo da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI), Seção de Segurança, Departamento de Material e Patrimônio, Seção de Infraestrutura, Departamento de Apoio Administrativo (DAA) e as chefias dos Cartórios nas Promotorias de Justiça do interior.

Fonte: Ascom MPRO