‘Quarentena Ativa’ serve para ‘cuidar dos cuidadores’, dizem criadores. Portal tem exercícios físicos, informações sobre saúde e jogos educativos.


Plataforma digital de exercício foi criada aos profissionais de saúde do Hospital de Base, em Porto Velho.  — Foto: Divulgação
Plataforma digital de exercício foi criada aos profissionais de saúde do Hospital de Base, em Porto Velho. — Foto: Divulgação

Uma plataforma que ajuda os profissionais de saúde do Hospital de Base a praticarem atividade física em meio a pandemia do novo coronavírus foi criada em Porto Velho.

Criada pelo educador físico e residente da unidade hospitalar, Marcelo Tiago Balthazar, e a preceptora do projeto, Patrícia Queiroz, a “Quarentena Ativa” serve para “cuidar dos cuidadores”.

“Observamos a necessidade de elaborar um material para ajudar as pessoas na realização de exercícios físicos durante esse período de quarentena, visando diminuir os impactos da inatividade física e tempo ocioso”, disse o educador físico.

O site Quarentena Ativa contém vídeos com exercícios físicos, informações sobre saúde e jogos educativos. Os familiares dos profissionais de saúde também serão contemplados com o projeto.

“Será disponibilizado aos servidores, além de orientações pelo site, vídeo aulas e avaliação de física presencial. Esse servidor e os seus familiares serão acompanhados por um educador físico durante a pandemia”, informou a preceptora da Residência Multiprofissional em Saúde da Família Unir, Patrícia Oliveira da Silva Queiroz.

Ainda segundo a preceptora, o intuito da plataforma digital é diminuir o estresse dos servidores que lidam diretamente com a pandemia do novo coronavírus.

“Criamos uma rede de apoio para cuidar da saúde dos servidores do HBAP durante a pandemia. Profissionais da instituição e outros voluntários se uniram em uma ação colaborativa com a proposta de articular ajuda e oferecer gratuitamente, à distância, atividades de educação física, orientações fisioterápicas e para práticas integrativas”, afirmou.

O projeto faz parte do núcleo de cuidados com a saúde dos servidores durante o período de isolamento social, que vem sendo desenvolvido pela Diretoria de Educação, Ensino, Pesquisa e Extensão e acompanhado pelo doutor Edson dos Santos Farias, tutor e orientador ligado à Universidade Federal de Rondônia (Unir).

Por Vitória Gomes, Estagiária do G1 RO sob supervisão de Mayara Subtil, G1 RO — Porto Velho