A coleta urbana foi realizada na cidade pela empresa  até julho de 2019, conforme a contrato.  Após esse período o Consórcio CIMCERO não recebeu o pagamento da Prefeitura de Rolim de Moura e, consequentemente, deve ao Grupo AmazonFort

Prefeitura de Rolim de Moura dá calote no consórcio intermunicipal que contratou coleta de lixo para a cidade

O Consórcio Público Intermunicipal (CIMCERO), que trabalha através de um sistema de parceria entre municípios próximos, visando a compra de produtos, contratação e execução de serviços públicos, está sem receber o pagamento de uma dívida da Prefeitura de Rolim de Moura referente a coleta de lixo do município.

A prefeitura contratou emergencialmente, em janeiro de 2019, através do CIMCERO, serviços prestados pelo Grupo AmazonFort para a coleta e transporte de RSU (Resíduos Sólidos Urbanos) de Rolim de Moura e o distrito de Nova Estrela.

A coleta urbana foi realizada na cidade pela empresa  até julho de 2019, conforme a contrato.  Após esse período o Consórcio CIMCERO não recebeu o pagamento da Prefeitura de Rolim de Moura e, consequentemente, deve ao Grupo AmazonFort o valor de aproximadamente R$370.000, dívida que, ao que tudo indica, sobrará para os demais municípios consorciados.

Outra grave denúncia é que o município não cumpre com a ordem cronológica dos seus pagamentos. Procurado pela reportagem, a assessoria do prefeito Luizão do Trento (PSDB) não quis falar sobre o assunto.

Assessoria