A Agevisa está com processo de compra emergencial para abastecimento de kits de coleta de amostras

Segundo informações da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), os dois primeiros casos suspeitos de coronavírus (COVID-19), reconhecidos pelo Ministério da Saúde em Rondônia, já foram descartados.

Os casos passaram, a princípio, por exames do Laboratório Central de Saúde Pública de Rondônia (Lacen), e foram negativados para todos os tipos de Influenza. As amostras foram, posteriormente, encaminhados para o Instituto Adolfo Lutz (IAL), laboratório referência nacional para análises de coronavírus, e também foram descartados.

Outros novos dois casos foram notificados esta semana na cidade de Ariquemes e estão sendo acompanhados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Rondônia (Cievs) e Vigilância Epidemiológica Municipal. A Agevisa está com processo de compra emergencial para abastecimento de kits de coleta de amostras para secreção da nasofaringe, para diagnóstico de coronavírus.

A Agevisa enfatiza, ainda, que os pontos focais para tratar do COVID-19 em Rondônia são o Cievs estadual, que pode ser contatado pelos telefones 0800 642 5398 (24 horas) ou (69) 3216-5398, que atende das 7h30 às 13h30; Cievs municipal em Porto Velho, 0800 647 1010 (24 horas) ou (69) 3901-2835.

O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde da Agevisa está em contato ininterrupto com todas as Vigilâncias em Saúde Municipais para captura adequada e manejo de qualquer caso suspeito de coronavírus.

Fonte
Texto: Vanessa Farias
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia