Os finalistas do Prêmio Boas Ideias com o governador Confúcio Moura

Os finalistas do Prêmio Boas Ideias com o governador Confúcio Moura

O vencedor do Prêmio Boas Ideias 2016, promovido pelo governo de Rondônia e anunciado nesta quarta-feira (26) em Porto Velho, é uma proposta de melhoria no ensino na rede pública com a oferta do conteúdo dos livros didáticos no aplicativo e-book. Uma vez disponibilizado na forma digital, o material pode ser acessado a qualquer momento pelos alunos.

Autora da proposta, a professora de português Márcia Fernandes da Silva, de Candeias do Jamari, diz que a meta é beneficiar o aprendizado na rede pública. Quanto ao prêmio que recebeu, R$ 13 mil, tem um destino certo: “vou pagar as dívidas”, revelou sorrindo, enquanto comemorava com colegas da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

A entrega do prêmio aos vencedores aconteceu após a inauguração do Salão Nobre Rosilda Schockness, no edifício Pacaás Novos, no Palácio Rio Madeira. As atividades são parte das comemorações da Semana do Servidor Público.

O governador Confúcio Moura destacou o volume de projetos inscritos como uma demonstração de compromisso do servidor público com a eficiência e a boa prestação de serviços à população.

solenidade-de-inaugurac%cc%a7a%cc%83o-do-sala%cc%83o-nobre-rosilda-shockness-e-entrega-do-pre%cc%82mio-boas-ideias-26-10-16-51

A primeira colocada Márcia Fernandes da Silva, da Seduc de Candeias

Dos 310 projetos inscritos, número superior ao de 2015, foram selecionados 242  pelos critérios técnicos para a etapa seguinte.

Após a pontuação técnica, os projetos foram votados pelos servidores através da internet, com direito a campanha nas plataformas digitais. O resultado apontou os 10 mais votados. Todos receberam medalhas comemorativas.

O anúncio dos três vencedores e do classificado com menção honrosa foi feito com o auditório lotado de servidores e convidados, com torcidas apreensivas e clima de suspense.

Márcia Fernandes da Silva, a primeira colocada, comemorou a vitória com o projeto Acessibilidade e Eficiência do Livro Didático com a criação do aplicativo E-book, na temática Uso Eficiente dos Recursos Públicos.

O segundo lugar foi para Crislei Tavares de Sá, servidora efetiva do Detran em Candeias do Jamari, que ganhou o prêmio de R$ 8 mil com o projeto Lei Seca, educação para o trânsito e o atendimento ao cidadão são prioridades do Detran.

Em terceiro lugar ficou servidor comissionado do Detran de Porto Velho Edrei Riça dos Santos Cruz, como projeto Unificação das bases 192 e 193, de serviços de urgência e emergência do Corpo de Bombeiros. Ele recebeu o prêmio de R$ 6 mil.

A servidora da Seduc Josélia Brilhante de Souza, de Ouro Preto do Oeste, ganhou menção honrosa como projeto Saúde Musical.

QUEM GOVERNA

Para Confúcio Moura, a participação dos servidores com projetos que tornam o estado mais eficiente e competitivo retratam o compromisso que existe com o desenvolvimento. “O servidor, é quem governa o estado. É sobre seus ombros que está o peso do serviço à população”, exemplificou.

A qualidade dos projetos apresentados também mereceu destaque do governador. Ele pediu que os superiores hierárquicos dos autores das propostas façam uma apresentação detalhada aos secretários a fim de buscar uma forma viável da aplicação prática de cada um.

Sobre as propostas dos vencedores, Confúcio disse que são fruto de inspiração que faz bem ao estado e comentou alguns deles.  A respeito da disponibilização dos livros didáticos através de conteúdo digital, explicou que estudantes poderão acessar com mais facilidade o material.  “Não deixa ninguém sem livro”, explicou.

POUPANÇA

Confúcio fez longo elogio ao projeto classificado em segundo lugar, que trata da Lei Seca como prioridade do Detran. Segundo o governador, a legislação não é voltada para punir, mas “para fazer uma poupança de vidas e traumas”, na medida em que busca evitar acidentes.

O conteúdo tecnológico que aparece em todos os 10 projetos que chegaram à final do concurso também foi lembrado pelo governador.

Os outros finalistas foram: Arly Dias Cabral, do Detran, com o projeto Foco no Trânsito; Elcilene Neves de Araújo Ribas, da Seduc, com Formação Continuada à Distância –A Tecnologia a serviço dos profissionais da educação em Rondônia; Francieli Fernanda da Silva, ex-estagiária da Seduc, com Facilitando o aprendizado do aluno cego: Alfabetizando com materiais de baixo custo; Juliano Marques Ximenes, da Polícia Militar, com Pecuária Control – App de controle de rebanho; Kênia Pinho Bernardino Machado, da Idaron, com Criação de Aplicativo para Declaração de Vacina de Febre Aftosa; e Valdeci Filho Ribeiro Melo, da Seduc, com Biblioteca Solidária.

O Prêmio Boas Ideias foi criado por decreto em novembro de 2013 e é coordenado pela Superintendência de Estado de Assuntos Estratégicos. É um estímulo à criação de ações de modernização no âmbito do Poder Executivo Estadual.

HOMENAGEM PÓSTUMA

Governador cumprimenta familiares da professora Rosilda Shocknes

Governador cumprimenta familiares da professora Rosilda Shockness

A homenagem póstuma a Rosilda Schokness, que dá nome ao amplo auditório do prédio onde funciona a sede do governo foi marcada por emoção. Atleta de voleibol, técnica do mesmo esporte, formada em educação física com graduação em outras áreas da educação, Rosilda morreu num acidente automobilístico em 27 de outubro de 2015.

Oriunda de família pioneira em Rondônia, foi premiada por iniciativas na administração de estabelecimentos de ensino, foi, posteriormente, coordenou em Rondônia o prêmio Gestão Escolar.

Familiares de Rosilda assistiram emocionados a um vídeo que retratou sua missão como servidora da Seduc. Maria Madalena, irmã de Rosilda, recebeu uma placa com elogios à sua trajetória no serviço público do estado.

 

VEJA FOTOS DA ENTREGA DO PRÊMIO 2016


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Secom – Governo de Rondônia