Rodovia do Boi liga a Zona da Mata ao Cone Sul do Estado

Rodovia do Boi liga a Zona da Mata ao Cone Sul do Estado

Umas principais rodovias responsáveis pelo escoamento da produção agropecuária no Cone Sul do Estado, a RO-370 (Rodovia do Boi) está recebendo 100% de encascalhamento em seus 200 quilômetros de extensão – do município de Parecis, na Zona da Mata, até Corumbiara, no Cone Sul do Estado. O patrolamento e encascalhamento em toda a extensão da Rodovia do Boi representam a primeira etapa da recuperação da estrada por onde circulam mais de 70% da produção de grãos (soja e milho) de todo o Estado, e também grande parte da agropecuária de corte.

O encascalhamento da rodovia, conforme o diretor-geral do DER, Ezequiel Neiva, está com 80% de conclusão. “O trecho do município de Corumbiara até o local conhecido como Trevo da Pedra, com 100 km de extensão, de responsabilidade da Residência do DER em Colorado do Oeste, foi todo patrolado e encascalhado. A outra parte, do Trevo da Pedra até Parecis, sob a atuação da Residência do DER em Rolim de Moura, está com 60 km encascalhados, ou seja, restam apenas 40 km para concluir esta etapa dos trabalhos”, detalha o diretor.

Ainda de acordo com Ezequiel Neiva, após a conclusão do patrolamento e encascalhamento o Governo de Rondônia iniciará a segunda dos trabalhos visando à melhoria da rodovia, serviços que incluem aterros nos pontos baixos, abertura lateral, cortes de morros e instalação de bueiros armcos (tubos metálicos). O diretor destacou, ainda, que a manutenção da Rodovia do Boi foi colocada como prioridade pelo governador Confúcio Moura.

O residente do DER em Colorado do Oeste, Menias Henrique, afirmou que toda a equipe da regional estava atuando na RO-370. Disse que fará um levantamento completo para avaliar quais serviços serão necessários no trecho de sua responsabilidade.

O residente do Departamento em Rolim de Moura, Joaquim Rezende, explicou que além de uma parte da Rodovia do Boi, tem outra equipe trabalhando na RO-135, no acesso para o distrito de Porto Rolim, com 197 km, começando em Alta Floresta. “Estamos atuando em duas rodovias com extensões consideráveis”, enfatizou Joaquim ao afirmar que conclui os trabalhos na Rodovia do Boi dentro de 60 dias.

Assessoria