Dados foram obtidos pelo G1 através da Sesdec. Monitor da Violência acompanha violência no estado desde o ano passado.