Confira na íntegra a nota divulgada pela presidente do Singeperon

Em respeito a família do nosso colega policial penal Juraci Duarte, retiramos a nota anteriormente publicada na página do Singeperon.

Considerando que, embora o estado é gravíssimo, com indício de morte encefálica, ele não foi declarado morto. A informação é que os médicos realizam testes e há espectativa de o corpo reagir após tirar a cedação.

Quem acredita em milagres venha se unir a nós numa corrente de fé e oração pelo nosso colega Duarte.

Daihane Gomes

Presidente do Singeperon

Por Assessoria